Áustria Alemã

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Republik Deutschösterreich
República da Áustria Alemã

República

Flag of Austria-Hungary (1869-1918).svg
1918 – 1919 Flag of Austria.svg
 
Flag of the Czech Republic.svg
Flag Brasão
Bandeira Brasão
Localização de Austria
Território proclamado pela Áustria Alemã. A vermelho, as fronteiras da Áustria moderna.
Continente Europa
Capital Viena
48° 12' N 16° 22' E
Língua oficial Alemão
Tcheco
Polonês
Governo República
Chanceler da Áustria
 • 1918-1920 Karl Renner
Presidente
 • 1918-1920 Karl Seitz
Período histórico Entreguerras
 • 12 de novembro de 1918 Abdicação de Carlos I
 • 10 de setembro de 1919 Tratado de Saint-Germain-en-Laye
Área
 • 1918 118 311 km2
População
 • 1918 est. 10 400 000 
     Dens. pop. 87,9/km²
Moeda Coroa austro-húngara
O escudo da Áustria não possuía as cadeias quebradas, que foram agregadas em 1945.

A República da Áustria Alemã ou Áustria Germana, (em alemão: Republik Deutschösterreich), é o nome que recebeu o Estado austríaco logo após o desmembramento do Império Austro-Húngaro, ao finalizar a Primeira Guerra Mundial. Este Estado, com território um pouco maior que a Áustria actual, tentou reclamar territórios povoados por alemães étnicos na Checoslováquia e na Hungria, e procurou ser anexada pela Alemanha de Weimar, com o objectivo de formar um grande Estado alemão. Por esta razão foi conhecida na época como Alemanha Oriental, que não deve confundir-se com a Alemanha Oriental comunista (República Democrática Alemã) da Guerra Fria.

Históriaeditar | editar código-fonte

Formaçãoeditar | editar código-fonte

Durante a monarquia de Habsburgo, Império Austríaco e Impérico Austro-Húngaro, o termo Áustria Alemã utilizava-se para designar as regiões povoadas por etnias alemãs no império. Ao iniciar-se o desmembramento do Império Austro-Húngaro, os membros austríacos do parlamento converteram-se de fato nos governantes da Áustria. Imediatamente criou-se uma assembleia nacional provisória, constituída por representantes de todas as províncias da Áustria. Também se agregaram representantes da Boémia, Morávia e da Silésia austríaca, representando as populações alemãs que não queriam formar parte da Checoslováquia, constituída em 28 de outubro de 1918.

Em 11 de novembro desse mesmo ano, o imperador Carlos I abdicou e no dia seguinte foi proclamada a República da Áustria Alemã como uma república democrática, parte da República da Alemanha. Karl Renner foi designado Chanceler da Áustria e Karl Seitz, do Partido Social-Democrata da Áustria foi designado Presidente da Áustria.

A Áustria Alemã reclamava o território da Áustria moderna, a região do Tirol Meridional e Tarvisio na Itália, o sul da Caríntia e da Estíria da Eslovénia, e os Sudetas da República Checa. Todas estas regiões estavam habitadas naquela época por uma importante população alemã, que tinha feito parte da Áustria-Hungria. Depois de realizar plebiscitos nas diversas regiões, obtendo resultados a favor da unificação com a Alemanha, a Áustria Alemã procedeu em 22 de novembro à reclamação oficial das regiões mencionadas, assim como à declaração das suas intenções de unificação com a Alemanha.

Como era de antever, o objectivo austríaco estava condenado ao fracasso desde o princípio, já que não contava com o apoio de nenhuma potência europeia, à excepção da Alemanha, que naquele momento se encontrava em luta contra una gravíssima crise económica e uma revolução socialista.

Incapaz de enfrentar o Reino de Itália, Checoslováquia e o recente Reino da Iugoslávia, a Áustria teve que fazer-se depender da decisão dos Aliados vitoriosos" França e Reino Unido. Estes negaram-se a tal, e Karl Renner foi pressionado para assinar o Tratado de Saint-Germain-en-Laye a 10 de setembro de 1919, onde entre outras coisas se altera o nome da jovem república - de Áustria Alemã para Áustria (somente), e se proibia a unificação do país com outro a menos que contasse com a aprovação da Liga das Nações. De igual modo, no Tratado de Versalhes, a Alemanha foi proibida de se unificar com a Áustria.

A Primeira República Austríaca sucederia à Áustria Alemã até que finalmente foi anexada à Alemanha Nazi com o Anschluss de 1938.








Creative Commons License