Amphibian Ark

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Ano do Sapo)
Ir para: navegação, pesquisa

Amphibian Ark é uma parceria de três organizações ambientais (World Association of Zoos and Aquariums - WAZA, IUCN/SSC Conservation Breeding Specialist Group - CBSG e IUCN/SSC Amphibian Specialist Group - ASG) que tem como objectivo a preservação das espécies de anfíbios em todo o mundo.

Esta iniciativa teve início devido à consciencialização de que uma proporção substancial de espécies de anfíbios estariam a sofrer ameaças graves à sua sobrevivência. O projecto propõe que jardins zoológicos, aquários e jardins botânicos de todo o mundo possam abrigar um determinado número de indivíduos de espécies de anfíbios ameaçadas. Daí o nome dado ao projecto, que significa Arca dos Anfíbios, em alusão à Arca de Noé.

Uma das ameaças mais graves para os anfíbios e que despoletou a formação deste projecto, foi a descoberta de que um fungo parasita estaria a causar danos apreciáveis nas populações de anfíbios em todo o mundo. Este fungo, que se aloja na pele do animal, dificulta o uso dos poros, provocando uma desidratação fatal. A actuação deste fungo está mesmo ligada a extinções de espécies em algumas regiões do globo, como na Austrália e Costa Rica.

A organização declarou o ano 2008 como o Ano do Sapo (The Year of the Frog) para promover as atividades da organização visando suporte financeiro, aquisição de novos parceiros e estimulação a atenção pública no contexto da preservação de anfíbios, entre outros.1

Referências

  1. YOTFgoals. www.amphibianark.org. Página visitada em 2008-12-11.

Ver tambémeditar | editar código-fonte

Ligações externaseditar | editar código-fonte








Creative Commons License