Balão barragem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Normandy Invasion, June 1944.jpg
Navios de desembarque descarregam
numa das praias na Normandia durante
o Dia D, é possível ver os balões barragem
que protegem os navios de ataques aéreos.
Este artigo faz parte da série
Aviação
Índice de artigos
História

História da aviação

Aeronaves

Avião | Helicóptero
Planador | Balão | Dirigível

Tráfego aéreo

Aeroporto
Aeródromo | Aeroclube
Controle aéreo | Espaço aéreo
Segurança aérea

Gêneros

Aeronáutica (aviação) | Transporte aéreo
Aviação civil | Aviação militar
Aviação comercial | Aviação geral
Linhas aéreas | Museus de Aeronáutica

Listas

Aviões | Helicópteros
Acidentes aéreos

Balão barragem - é um balão enorme, baseado no desenho de Caquot do balão de observação, utilizado como defensa contra aviões. O balão possuía um cabo que o ligava ao solo ou a edifícios e que servia como obstáculo contra aviões, nomeadamente as hélices. Algumas versões carregavam pequenas cargas explosivas que eram puxadas contra o avião para garantir a destruição do aparelho. Os balões barragem apenas eram realmente bem-sucedidos para aviões de baixo voo, pois o peso de um cabo mais longo impedia a sua utilização em maiores altitudes.

Em 1938 o Comando Britânico de Balões foi estabelecido para proteger cidades e pontos importantes como áreas industriais e portos. Com a intenção de servirem de defesa contra bombardeiros-de-mergulho, voando em altitudes até aos 5 mil pés, forçando o avião a voar mais alto e a entrar no alcance de fogo anti-aéreo concentrado. A meio de 1940 existiam 1400 balões, um terço dos quais sobre a zona de Londres, onde se provaram de grande utilização contra os bombardeiros alemães que voavam mesmo sob eles.

Contudo a construção de mais balões continuou, e por volta de 1944 existiam já 3 mil balões. Provaram-se particularmente eficazes contra mísseis V-1, que voavam abaixo dos 2 mil pés, sendo aclamando a destruição de pelo menos 100 mísseis.

Muitos bombardeiros alemães foram equipados com aparelhos para cortarem os cabos destes balões.

Durante a Segunda Guerra Mundial estes balões foram também utilizados presos a navios de guerra e de transporte, nomeadamente durante o Dia D.

Ligações externaseditar | editar código-fonte

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.







Creative Commons License