Bandar Abbas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

27° 11' N 56° 16' E

Bandar-Abbas
بندر عباس
—  Cidade  —
Bandarabbas-sahel-2.jpg
Bandar-Abbas está localizado em: Irã
Bandar-Abbas
Localização de Bandar Abbas no Irã
27° 11' N 56° 16' E
País  Irã
Província Hormozgan
Fundação Século VII a.C.
Administração
 - Prefeito MJ Soltanzadeh
Altitude 9 m (30 pés)
População (2006)
 - Total 367 508
Fuso horário UTC (UTC+3:30)
 - Horário de verão UTC (UTC+4:30)
Código postal 79177
Código de área 0761

Bandar-Abbas (em persa: بندرعباس) ou Bandar-e Abbas (em persa: بندر عباس), também romanizado como Bandar ‘Abbās, Bandar ‘Abbāsī, e Bandar-e ‘Abbās, anteriormente conhecida como Cambarão e Porto Comorão para os comerciantes portugueses, como Gombroon para os comerciantes ingleses, como Gamrun ou Gumrun aos comerciantes holandeses) é uma cidade portuária e capital da Província de Hormozgan na costa sul do Irã, no Golfo Pérsico. A cidade ocupa uma posição estratégica no Estreito de Ormuz, e é a localização da principal base da Marinha Iraniana. A cidade tem uma grande importância estratégica e comercial como um elo entre o Golfo e o interior iraniano-afegã com passagem facilidade, através das montanhas Zagros, para Kerman, Yazd e Shiraz. Sua população, de acordo com o censo de 2006, é de 367.508 habitantes, com a estimativa, para 2012, de 426.353 habitantes. 1

Etimologiaeditar | editar código-fonte

Bandar Abbas sempre foi um porto, e todos os vários nomes que já recebeu derivam desta função. O nome mais conhecido através dos tempos (Gameron) tem sido, tradicionalmente, relacionado ao persa gümrük, ("alfândega") (do grego kommerkion, do latim commercium, "comércio), mas, atualmente, especula-se que tenha-se originado do persa kamrūn ("camarão", em português, sendo, portanto, similar ao antigo nome dado pelos portugueses).2

Na década de 1980, seguindo um movimento que objetivava o uso de nomes iranianos para cidades, o nome da cidade Gameron, usado desde o século XVII, foi substituído pelo atual, Bandar Abbas.

Históriaeditar | editar código-fonte

O registro mais antigo de Bandar Abbas é durante o reinado de Dario, o Grande (entre 586 e 522 aC). Comandante de Dario, Silacus, embarcou de Bandar Abbas para a Índia e o Mar Vermelho. Durante a conquista do Império Aquemênida por Alexandre, o Grande, Bandar Abbas foi conhecido sob o nome de Hormirzad.

No século XVI, os portugueses estabeleceram-se na região. Construíram fortes na cidade, e a denominaram Gamru, utilizando-a como porto. A cidade recebeu seu nome após Abás, o Grande ( da Pérsia de 1588 a 1629) a tomar em 1615. Depois de derrotar os portugueses na batalha naval de Ormuz - com ajuda da marinha de guerra britânica - o xá converteu a cidade em um porto importante. Em persa, "bandar" significa "porto". A partir de 1740, o controle da cidade foi vendido aos governantes árabes, e, ao redor de 1780, foi efetuado pelos líderes de Mascate. Em 1868, durante o declínio de Mascate e Omã, a cidade retornou ao governo persa.

Bandar Abbas serve como um ponto importante de comércio, tendo uma longa história de comércio com a Índia. Todos os anos, milhares de turistas visitam a cidade e as ilhas próximas, incluindo Qeshm e Ormuz.

Geografiaeditar | editar código-fonte

Bandar Abbas em 2007

Bandar Abbas está situada em uma planície, com uma altitude média de 9 metros sobre o nível do mar. As áreas elevadas mais próximas são o Monte Geno, a 17 km ao norte, e o Monte Pooladi, a 16 km ao noroeste da cidade. O rio mais próximo de Bandar-Abbas é o Rio Shoor, o qual tem a nascente no Monte Geno e deságua no Golfo Pérsico, a 10 km, ao leste da cidade. Localiza-se a 16 km ao noroeste da ilha de Ormuz e a 85 km da costa do Omã.

Climaeditar | editar código-fonte

Bandar Abbas tem um clima quente e úmido. A temperatura máxima, no verão, pode alcançar os 49°C, enquanto que, no inverno, a temperatura mínima cai para cerca de 5°C. A precipitação anual é de cerca de 251 mm, e a umidade relativa do ar é de 66%.

Mês 3 Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez
média das temperaturas mínimas °C 12.1 14.0 17.5 20.9 24.7 28.0 30.3 30.1 27.7 23.5 18.0 13.5
média das temperaturas máximas °C 23.5 24.4 27.7 31.6 36.3 38.4 38.2 37.7 36.8 35.0 30.4 25.5
precipitação mm 39.7 47.5 34.8 10.7 4.8 0.0 0.6 2.2 0.8 1.3 5.0 24.0
dias chuvosos 3.3 3.1 2.6 1.3 0.2 0 0.1 0.2 0.1 0.1 0.4 2.3

Demografiaeditar | editar código-fonte

A estagnação de Bandar Abbas (iniciada por volta de 1868) levou a um nível estável de crescimento na primeira metade do século XX (de 10.000 habitantes em 1928 para pouco mais de 17.000 em 1956).

Após 1928, a população passou a ser formada quase exclusivamente por persas, incluindo pescadores, os quais não eram comuns no Golfo Pérsico, o que explicava as dificuldades para o suprimento de conservas. Existiam também poucos árabes, além de outros povos, como portugueses-indianos de Goa. Os últimos indianos nã0-muçulmanos retornaram à Índia após a Segunda Guerra Mundial. Os xiitas constituíam a maioria da população, porém uma minoria sunita residia na parte ocidental da cidade.

A partir do final da década de 1960, o rápido desenvolvimento de Bandar-Abbas levou a um aumento correspondente na população. Em 1976, a região era a segunda em crescimento no país, perdendo apenas para a região metropolitana de Teerã. Posteriormente, houve novo crescimento da população da cidade, devido à chegada de refugiados da Guerra Irã-Iraque.


A evolução histórica da população de Bandar Abbas é apresentada na seguinte tabela:4 5

Idiomaeditar | editar código-fonte

Os bandaris (moradores de Bandar Abbas) falam bandari (بندری), um dialeto da língua persa. Bandari incorporou várias palavras das línguas europeias, como tawāl (do inglês towel, toalha), e da língua árabe, como atā [اتا], "vir"

Economiaeditar | editar código-fonte

Em 1964, com a decisão de construir um novo porto de águas profundas em uma área bem abrigada a 8 km a sudoeste do centro da cidade, a realidade de Bandar Abbas mudou sensivelmente. Inaugurado em 1967, o porto possui uma capacidade anual de 1,5 milhões de toneladas de carga. Grande parte (90 por cento) da área do porto é voltada para a exportação de minério de cromita extraído em uma região 160 km ao nordeste; o ocre de Hormozgan também é fornecido a partir do novo porto. Em 1968, passaram pelo porto 220.000 toneladas de carga, 165.000 dos quais eram importações, e, em 1972-73, a tonelagem total chegou a 300.000. Ao mesmo tempo, a frota de pesca foi sendo revitalizada, e saída de conservas atingiu 2,5 milhões (60 por cento da capacidade). O renascimento do porto foi reforçado quando a sede naval iraniana no Golfo Pérsico foi transferida de Khorramshahr para lá em 1973, e quando uma rodovia de Bandar Abbas a Kerman foi construída para acabar com o isolamento da porto com o interior do país.

Produtoseditar | editar código-fonte

Mercado noturno em Bandar Abbas

Exportaçõeseditar | editar código-fonte

Mercadorias em trânsito, tâmaras, cítricos, fumo, pescado; antigamente, Bandar Abbas era famosa exportadora de artigos de cerâmica persa.

Transporteseditar | editar código-fonte

O Aeroporto Internacional de Bandar Abbas (IATA: BND, ICAO: OIKB) tem capacidade para a operação de aeronaves de grande porte.

Estradaseditar | editar código-fonte

Bandar Abbas pode ser acessada através das seguintes rodovias:

  • Road71.pngBandar Abbas-Sirjan, 300 km a nordeste.
  • Bandar Abbas-Kerman, 484 km a nordeste.
  • Bandar Abbas-Shiraz, 650 km ao norte.
  • Bandar Abbas-Zahedan, 722 km ao leste.

Universidadeseditar | editar código-fonte


Referências

  1. World Gazetter. Arquivado do original em 2013-04-28. (inglês)
  2. Dicionário Jobson Hobson (inglês)
  3. Organização Mundial de Meteorologia (inglês)
  4. World Gazetter. Arquivado do original em 2013-04-28. (inglês)
  5. Encyclopædia Iranica (inglês)

Ver tambémeditar | editar código-fonte

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bandar Abbas







Creative Commons License