Bitola padrão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A bitola padrão é usada maioritariamente nos países a azul.

Bitola padrão ou Bitola internacional é a bitola de 1 435 mm, usada em aproximadamente 60% das linhas ferroviárias de todo o mundo. Pela conferência Internacional de Berna, en 1907, ficou oficialmente adotada como «bitola internacional». É adotada atualmente como a bitola oficial de muitos países como França, Alemanha e Estados Unidos.

Não existe uma razão técnica para a adoção de exatamente 1 435 mm como padrão, apenas por ser a bitola usada na construção das primeiras ferrovias pelo seu inventor, George Stephenson.

Bitola padrão em Portugaleditar | editar código-fonte

Carris da Linha Amarela do Metro do Porto, na passagem do túnel para a Ponte D. Luís.

Em Portugal, a bitola padrão é usada em principalmente em ferrovias ligeiras urbanas de passageiros — STCP (elétricos), Metropolitano de Lisboa, Metro do Porto, e Metro Sul do Tejo, e também nos funiculares do Bom Jesus e dos Guindais, tendo sido também escolhida para as linhas de alta velocidade projetadas. Foi usada no século XIX nos “americanos” de Lisboa (depois convertidos para bitola métrica e mais tarde eletrificados) e em diversas ferrovias do que viria a ser a rede da Refer (depois convertidas para bitola ibérica).

Antigamente em Portugal, estas usam a bitola ibérica, de 1 668 mm, partilhada com Espanha.

Bitola padrão no Brasileditar | editar código-fonte

Trilhos da Linha 5 do Metrô de São Paulo

No Brasil, a bitola padrão é usada nas linhas 4 e 5 do Metrô de São Paulo. Será usada também no Trem de Alta Velocidade. No Brasil as novas ferrovias voltadas ao transporte de cargas usam a bitola irlandesa (com 1 600 mm entre trilhos)

Ver tambémeditar | editar código-fonte



Ícone de esboço Este artigo sobre transporte ferroviário é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.







Creative Commons License