Colono

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Flag of Brazil.svgGnome-globe.svg
Esta página ou seção está redigida sob uma perspectiva principalmente brasileira e pode não representar uma visão mundial do assunto.
Por favor aperfeiçoe este artigo ou discuta este caso na página de discussão.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

No Brasil, o colono se refere a duas situações no trabalho da terra:

Através da Lei Federal nº 5.496, de 5 de setembro de 1968, o dia 25 de julho é considerado "Dia do Colono".

Noutra acepção, colono era o indivíduo de um país que possuía colônias, que se fixava numa colónia, normalmente de forma permanente.

No nordeste é comum a existência dos perímetros irrigados, também chamados projetos. São áreas criadas pelo governo, com irrigação. As terras são divididas em lotes e cada pessoa que é encarregada de cultivar sua propriedade é chamada colono. Ver, por exemplo, o Projeto Curaçá.

Ver tambémeditar | editar código-fonte








Creative Commons License