Criciúma (gramínea)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Como ler uma caixa taxonómicaCriciúma
Arundinaria

Arundinaria
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Poales
Família: Poaceae
Tribo: Bambuseae
Género: Arundinaria
Espécie: Arundinaria aristulata

Criciúma é uma gramínea brasileira que aparenta um bambu de pequeno porte, cerca de 1 metro de altura. Seu nome científico é Arundinaria aristulata doell. São conhecidas cerca de 17 variedades. Pelas características também é chamada de taquarinha (diminutivo de taquara, "bambu" em Tupi). Encontrado do norte do Brasil ao Rio Grande do Sul, também existente no estado de São Paulo, por volta do início dos anos 2000 estava no acervo da Fazenda Cresciumal de Ruy de Souza Queiroz.

Deu origem ao nome da cidade de Criciúma no Estado de Santa Catarina.

Sinonímia botânica: Arundinaria mucronata, Sieglingia aristulata

Ícone de esboço Este artigo sobre gramíneas (família Poaceae), integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.







Creative Commons License