Faxinal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Faxinal
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 14 de dezembro
Fundação 1951
Gentílico faxinalense
Lema Faxinal, Terra de Trabalho
Prefeito(a) Adilson Silva Lino (PDT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Faxinal
Localização de Faxinal no Paraná
Faxinal está localizado em: Brasil
Faxinal
Localização de Faxinal no Brasil
24° 00' 03" S 51° 19' 12" O24° 00' 03" S 51° 19' 12" O
Unidade federativa  Paraná
Mesorregião Norte Central Paranaense IBGE/20081
Microrregião Faxinal IBGE/20081
Municípios limítrofes Rio Bom, Marilândia do Sul, Mauá da Serra, Ortigueira, Grandes Rios, Cruzmaltina e Borrazópolis
Distância até a capital 330 km
Características geográficas
Área 715,943 km² 2
População 16 317 hab. Censo IBGE/20103
Densidade 22,79 hab./km²
Altitude 820 m
Clima Subtropical Cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,732 alto PNUD/20004
PIB R$ 183 075,309 mil IBGE/20085
PIB per capita R$ 11 437,92 IBGE/20085
Página oficial

Faxinal, cujo nome significa "campos abertos de matos curtos", é um município brasileiro do estado do Paraná.

Origem do nome

O nome "Faxinal" significa "campos abertos de matos curtos" Faxinal Palavra formada pelo termo “faxina”, acrescido do sufixo nominativo “al”. O termo “faxina” vem do italiano “fascina’’, designando região de campo, entremeada de arvoredo e trecho alongado de campo que penetra na floresta ou ainda campo de pastagem cortado por arvoredo esguio (mato ralo constituído de pinhal, taquaral, erval etc.). O sufixo “al” origina-se do latim “ale”, significando coleção ou quantidade. (ABHF, AGC, FT).

Históriaeditar | editar código-fonte

A colonização da região de Faxinal é relativamente recente, embora existam indícios históricos de ocupação jesuítica às margens do rio Ivaí. Porém apenas no século XX, após a década de trinta, é que a concessão de terras pelo governo do estado a uma colonizadora inglesa, propiciou a ocupação do território.

Em 27 de janeiro de 1926, o Decreto-Lei-Estadual n.º 85, criou o distrito policial de São Sebastião, antigo nome do lugar. O Decreto n.º 1.435, de 25 de junho de 1931, criou o Distrito Judiciário de Faxinal de São Sebastião. O Decreto-Lei n.º 199, de 30 de dezembro de 1943, alterou a denominação de São Sebastião do Faxinal para Faxinal.

Quando se tornou Interventor Federal, Manoel Ribas determinou que fosse demarcada uma área de 40 mil alqueires de terras na região do atual município de Faxinal. A intenção era fundar, futuramente, uma cidade na região. Não demorou muito e a área de terras demarcada a pedido de Manoel Ribas, foi desmembrada e transformada em lotes rurais produtivos.

O fato de se localizar às margens da estrada que ligava Ivaiporã a Apucarana, proporcionou a Faxinal notável progresso. Em 14 de novembro de 1951, através da Lei n.º 790, foi criado o município. A instalação oficial deu-se no dia 14 de dezembro de 1951, sendo primeiro prefeito municipal o sr. Pedro Gonçalves da Luz. 

Cidade pequena e pacata, a principal fonte de renda da população encontra-se na agricultura e no comércio de varejo. Sua economia está em pleno desenvolvimento e expansão e com a chegada de novas indústrias no ramo agrícola o município teve uma boa elevação no número de vagas de trabalho no mercado, e a cada dia vem se firmando como a "Capital do Tomate em Estufa", devido ao número crescente de estufas deste fruto, que está alavancando a economia da cidade

Criado através da Lei Estadual n° 790, de 14 de novembro de 1951, foi instalado em 14 de dezembro do mesmo ano, sendo desmembrado de Apucarana.6

O município também é conhecido por sua cachoeiras. Estão catalogadas mais de setenta, se destacando as cachoeiras das Três Barras, Chicão I,II e III, a Cachoeira Véu de Noiva, a Cacheira da Escolinha entre outras localizadas em locais de fácil acesso para a população.

São consideradas pioneiras as famílias de Cecílio Caetano dos Santos, João Wacheski, Evaldo Wekerlin e Francisco Leocádio dos Santos. Estes desbravadores edificaram suas casas exatamente no local onde está hoje assentada a sede municipal.

Geografiaeditar | editar código-fonte

Possui uma área é de 715,943 km² representando 0,3592 % do estado, 0,127 % da região e 0,0084 % de todo o território brasileiro. Localiza-se a uma latitude de 23°59'06" a 24º00'26 sul e a uma longitude 51°19'12" oeste. Sua população estimada em 2005 era de 14.914 habitantes.carece de fontes?

No solo predomina-se a Terra Roxa (ótima para a agricultura), sendo sua topografia: 70% plana, 20% ondulada e 10% acidentada e seu ponto mais alto é a Serra do Marumbi, com 820 metros. Também possui os latossolos de ótima permeabilidade que segue altitudes de 900 a 1.000 metros de altitude na região de Faxinalzinho e bairro Papuã.carece de fontes?

O clima é subtropical úmido, com tendência de concentração das chuvas de verão acima do paralelo 24º Sul, sem estação seca definida. A média anual é de 19°C, sendo a média anual das máximas de 23°C e média anual das mínimas de 15°C.

O abastecimento de água é realizado pela Sanepar através de captação no Rio São Pedro.

Demografiaeditar | editar código-fonte

Dados do Censo - 2000

População Total: 16.032

  • Urbana: 12.556
  • Rural: 3.052
  • Homens: 7.702
  • Mulheres: 7.906

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,732

  • IDH-M Renda: 0,672
  • IDH-M Longevidade: 0,718
  • IDH-M Educação: 0,806

Rodoviaseditar | editar código-fonte

Administraçãoeditar | editar código-fonte

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 de dezembro de 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  6. IBGE - cidades@ - Histórico - FAXINAL (PR). ibge.gov.br. Página visitada em 1 de novembro de 2012.

Ligações externaseditar | editar código-fonte

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Paraná é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.







Creative Commons License