Fronteira Brasil-Suriname

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fronteira terrestre entre
 Brasil
e Suriname
Delimita:  Brasil e
Suriname
Comprimento: 593 km
Posição: 145
Criação: 1931
Traçado atual: 1935

A fronteira entre o Brasil e o Suriname é uma linha de 593 km de extensão, sentido oeste-leste, que separa o sul do Suriname do território brasileiro na Serra Tumucumaque. A fronteira é a menos extensa do Brasil com seus vizinhos. A fronteira é quase toda com o estado do Pará, sendo apenas cerca de 25 km no leste com o Amapá. Do lado surinamês fica o Conselho de vizinhança de Sipaliwini (o maior do país). A fronteira vai entre dois pontos tríplices dos países com Guiana no oeste, com a Guiana Francesa no leste. A região de fronteira entre o Brasil e o Suriname é extremamente isolada, existindo apenas algumas aldeias e malocas indígenas nas margens dos rios, além do Pelotão Especial de Fronteira de Tiriós, onde fica localizado o único aeroporto que dá acesso à região. No lado surinamês da fronteira, a localidade mais próxima é a cidade de Kwamalasamutu.

O Suriname foi colônia neerlandesa até 1975 e seus limites aproximados sul já eram conhecidos desde o século XVII, quando passou a ser colônia dos Países Baixos. O Brasil Colônia (Portugal) estabeleceu seu domínio sobre a área contígua, do Grão Pará, e o definiu pelo Tratado de Madrid em 1750. Porém, as fronteiras foram ratificadas somente por um acordo em 1931, tendo sido confirmadas em 1935, enquanto o Suriname ainda era a colônia "neerlandesa" chamada Guiana Holandesa. 1

Referências

  1. Almanaque Abril - Mundo - 2006.







Creative Commons License