Graphics Interchange Format

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de GIF)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
GIF - Graphics Interchange Format
Tipo mapa de bits (raster)
MIME image/gif
Extensão .gif
Compressão LZW
Cores 8 bits / 256
Espaço de cor RGB
Características intercalamento (interlacing), dithering, transparência, animação
Desenvolvedor CompuServe
Lançamento Maio de 1987
Última versão 89a (Julho de 1989)
Licença Software proprietário
Programas vários
Variantes PNG, APNG
Lista de formatos de ficheiros gráficos

GIF (Graphics Interchange Format, que se pode traduzir como "formato para intercâmbio de gráficos") é um formato de imagem de mapa de bits muito usado na world wide web, quer para imagens fixas, quer para animações.

Imagem GIF com canal de 256 cores. Nota-se perda de qualidade devido ao limitado número de cores

Pronúnciaeditar | editar código-fonte

"GIF" é em geral pronunciado em português guif, com um g duro. Curiosamente, os criadores deste formato de ficheiro, na documentação oficial, determinaram que a pronúncia correcta em inglês deveria ser jiff, o que em português soaria a algo como djif, bem mais próximo da pronúncia que a palavra "gif" teria segundo as regras ortográficas do português. A pronúncia "oficial" se aproxima de uma leitura em Latim.1 GIF usado em redes sociais, como o tumblr.|.

Históriaeditar | editar código-fonte

Bandeira da Madeira com animação gif

O formato foi introduzido em 1987 pela CompuServe a fim de fornecer um formato de imagem a cores para as suas áreas de descarga de ficheiros, em substituição do formato anterior, RLE, que era apenas a preto e branco. O GIF tornou-se popular porque utilizava compressão de dados LZW, mais eficiente que o run-length encoding usado por formatos como o PCX e o MacPaint, o que permitia que imagens relativamente grandes fossem baixadas num tempo razoável, mesmo com modems muito lentos.

A opção de intercalamento (interlacing), que armazena as linhas da imagem fora de ordem de tal modo que permitia que uma imagem parcialmente descarregada fosse reconhecível até certo ponto, também contribuiu para a popularidade do formato GIF, visto que o utilizador podia parar o descarregamento da imagem, se ela não fosse no que pretendia.

Este formato de arquivo atualmente é amplamente utilizado na web por causa do seu tamanho compacto. No entanto, este formato possui uma paleta limitada de cores (256 no máximo), impedindo o seu uso prático na compactação de fotografias. Por causa desta limitação o formato GIF é utilizado para armazenar ícones, pequenas animações ou imagens com áreas extensas de cores chapadas.


GIF animado da rotação terrestre

Um GIF animado é o termo dado às animações formadas por várias imagens GIF compactadas numa só. É utilizado para compactar objetos em jogos eletrônicos, para usar como emoticon em mensageiros instantâneos e para enfeitar sites na Internet.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Graphics Interchange Format

CompuServe introduziu o formato GIF em 1987 para fornecer um formato de imagem a cores para seu arquivo baixar áreas, substituindo o anterior codificação run-length (RLE) de formato, que era preto e branco. GIF tornou-se popular porque usou a compressão de dados LZW, que foi mais eficiente do que a codificação run-length que formatos como o PCX e MacPaint usado, e bastante grandes imagens podem ser descarregados em um tempo razoavelmente curto, mesmo com modems muito lentos.

A versão original do formato GIF foi chamado 87. Em 1989, a CompuServe concebeu uma versão melhorada, chamada 89a [1], que adicionou suporte para os atrasos de animação (imagens múltiplas em um córrego já estavam apoiados em 87), as cores de fundo transparente, o armazenamento de metadados e aplicações específicas. A especificação 89a também apoia a integração de rótulos de texto como texto (não embutindo-os na gráfica de dados), mas como há pouco controle sobre as fontes de exibição, este recurso não é amplamente utilizado. As duas versões podem ser distinguidos por olhar para o seis primeiros bytes do arquivo (o "número mágico" ou "assinatura"), que, quando interpretado como ASCII, leia "GIF87a" e "GIF89a", respectivamente.

GIF foi um dos primeiros dois formatos de imagem comumente usado em sites da Web, sendo o outro a XBM preto e branco. [Carece de fontes?] JPEG veio mais tarde com o navegador Mosaic.

A característica de armazenar múltiplas imagens em um arquivo, acompanhada por dados de controle, é usado extensivamente na Web para produzir animações simples. O recurso de entrelaçamento opcional, que armazena a imagem digitalizar linhas fora de ordem, de tal forma que até mesmo uma imagem parcialmente baixada seja um pouco reconhecível, também ajudou a popularizar o GIF, [carece de fontes], já que um usuário pode cancelar o download caso não era o que era necessário .

Referências

  1. Criador do formato GIF diz que se pronuncia "JIF". Jornal de Notícias (24 de maio de 2013). Página visitada em 24 de maio de 2013.







Creative Commons License