Giuseppe Piazzi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Giuseppe Piazzi
Matemática, astronomia
Nacionalidade Itália Italiano
Nascimento 7 de Julho de 1746
Local Ponte in Valtellina
Morte 22 de Julho de 1826 (80 anos)
Local Nápoles
Atividade
Campo(s) Matemática, astronomia
Prêmio(s) Prêmio Lalande (1803)

Giuseppe Piazzi (Ponte in Valtellina, 7 de Julho de 1746Nápoles, 22 de Julho de 1826) foi um padre e monge da Igreja Católica, matemático e astrónomo italiano.

Em 1 de janeiro de 1801 Piazzi descobriu o planeta anão Ceres, tendo-o designado inicialmente por Cerere Ferdinan­dea. A existência e a localização de Ceres tinha sido prevista pela lei de Titius-Bode alguns anos antes e durante muitos anos foi considerado como um asteróide.

Homenagenseditar | editar código-fonte

Em 1871, Constantino Corti esculpiu uma estátua de Piazzi, esta estátua encontra-se na terra natal de Piazzi, Ponte in Valtellina. Mais tarde, em 1923, 1000 Piazzia, o milésimo asteróide a ser numerado, foi batizado em sua homenagem. Em 1935, o seu nome foi dado a uma cratera lunar - Piazzi. Mais recentemente, um grande albedo, provavelmente uma cratera, fotografada pelo telescópio espacial Hubble em Ceres, foi, informalmente, batizada de Piazzi.


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre um astrônomo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.







Creative Commons License