História do Cazaquistão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Localização do Cazaquistão.

Os cazaques, ou cavaleiros das estepes, descendem de tribos nômades de origem turca e religião islâmica que, no século XVII, pedem proteção ao czar russo diante da ameaça de invasão mongol. O Império Russo retira o poder dos chefes tribais e domina gradualmente o Cazaquistão.

Com a abolição da servidão pelo império, em 1861, milhões de camponeses russos e ucranianos se instalam em terras cazaques doadas pelo governo central, provocando ressentimentos entre os nativos. O exército czarista reprime uma rebelião contra o poder russo em 1916, matando 150 mil pessoas. Segui-se a autonomia cazaque de Alash Orda (1917-1920) e a integração na União Soviética como República Socialista Soviética do Cazaquistão.

Canion de Sharyn, lugar de assentamento dos primeiros colonos.

Em 1991, na sequência da dissolução da União Soviética, o Cazaquistão tornou-se uma república independente.

História antigaeditar | editar código-fonte

Os primeiros habitantes do atual Cazaquistão eram o povo Saka, uma tribo nomade que vieram das montanhas da Ucrânia no século V a. C. Os turcos, da Mongólia dominaram a área desde o século V dC, especialmente no sul, até que os exércitos de Genghis Khan tomaram seu lugar no século X. Após a sua morte em 1227, Genghis Khan dividiu o império entre seus dois filhos, assim o Cazaquistão é dividido.

Os uzbeques, um grupo de mongóis islamizados derrotaram os herdeiros de Gengis Khan no século XIV e ocuparam todo o território do Cazaquistão até que se separaram. Aqueles que foram ao sul fundaram o atual Uzbequistão, enquanto o norte manteve-se nômade e deu origem aos cazaques. Em 1742, em sua luta contra o povo de Oyrat, os cazaques buscaram proteção russa, que a partir daquele momento iriam desempenhar um papel importante na história do Cazaquistão.

Presença russaeditar | editar código-fonte

Bandeira da RSS do Cazaquistão

Os russos foram gradualmente expandindo seu império e fortalecendo seu controle do Cazaquistão até 1854 quando fundaram uma fortaleza no atual Almaty. Os Czares oprimiram duramente os cazaques na sua busca pela independência. Os líderes que lutavam pela independência apoiaram os bolcheviques durante a Revolução Russa, que não resultou na realização de suas aspirações: o país aderiu à União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), e no final da década de 1920 passou a "desnomadizar" os cazaques e transformá-los em agricultores às novas fazendas coletivas.

O Cazaquistão começou a ser povoado com russos de outras províncias e para servir como campos de concentração e exílio para os dissidentes, além de tornar território para testes e armazenamento de armas nucleares.

Independênciaeditar | editar código-fonte

Nursultan Nazarbayev, Presidente da República do Cazaquistão

Em 1989, o Cazaquistão organizou pela primeira vez um grande protesto contra a URSS, devido ao teste nuclear que teve de ser suspenso. Nursultan Nazarbayev, um casaque próximo aos russos tomou o poder em 1990 e governa desde então como Presidente da República. Discordou da divisão da URSS em 1991, e o Cazaquistão foi a última república a declarar a sua independência. A democracia tem sido muito limitada, sem prejuízo para os grupos nacionalistas e o parlamento dissolvido por Nazarbaev em 1995, já que obstruia as políticas económicas e étnicas.

O país é basicamente dirigido por antigos comunistas, mas após a independência, as políticas liberais de Nazarbaev ganharam popularidade e apoio dos governos ocidentais.

Bandeira do Cazaquistão Cazaquistão
Bandeira • Brasão • Hino • Culinária • Cultura • Demografia • Economia • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Imagens







Creative Commons License