Ilhas Rat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa das ilhas Rat mostrando as maiores ilhas (linha entre Semisopochnoi e a passagem Amchitka é o meridiano 180).
Mapa das ilhas Aleutas ocidentais, mostrando as ilhas Rat à direita: ilha Kiska (7), ilha Little Kiska (8), ilha Segula (9), ilha Khvostof (10), ilha Davidof (11), ilha Little Sitkin (12), ilha Rat (13), ilha Amchitka (14), e ilha Semisopochnoi (15).

As ilhas Rat (em inglês: Rat Islands, em aleúte: Qax̂um tanangis1 ) são um grupo vulcânico de ilhas integradas nas ilhas Aleutas no sudoeste do Alasca, entre a ilha Buldir e as ilhas Near a oeste, e a passagem Amchitka e as ilhas Andreanof a leste, em redor das coordenadas 51° 47′ N 178° 18′ E.

As maiores ilhas do grupo são, de oeste a leste:

A área total do arquipélago Rat é de 934,594 km². Todas as ilhas Rat são desabitadas.

Ilha Rat.

O nome Rat Islands na tradução para inglês do nome foi dado às ilhas pelo capitão Fyodor Petrovich Litke em 1827 quando visitou as ilhas Aleutas numa viagem à volta do mundo. As ilhas tinham muitos ratos, a espécie dominante pelo menos desde 1780.2 Em 2009 a ilha parece ter ficado livre destes roedores após 229 anos.3

As ilhas Rat são propícias a sismos e localizam-se na fronteira entre as placas tectónicas do Pacífico e da América do Norte. O sismo das ilhas Rat de 1965 em 4 de fevereiro foi um violento sismo que atingiu o grau 8,7 de magnitude, com epicentro junto a estas ilhas.4

Outros importantes sismos ocorreram em 9 de setembro de 1910 com magnitude 7,0,5 o de 30 de março de 1965 com magnitude de 7,66 e o de 17 de novembro de 2003, com magnitude de 7,87

Referências

Ver também







Creative Commons License