Amedeo Avogadro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Amedeo Avogadro
Advogado e físico
Dados gerais
Nome de nascimento Lorenzo Romano Amedeo Carlo Avogadro
Nacionalidade Itália Italiano
Nascimento 9 de Agosto de 1776
Local Turim
Morte 9 de Julho de 1856 (79 anos)
Local Turim
Atividade
Campo(s) Advogado e físico
Instituições Universidade de Turim
Conhecido(a) por Lei de Avogadro, constante de Avogadro

Lorenzo Romano Amedeo Carlo Avogadro, conde de Quaregna e Cerreto (Turim, 9 de agosto de 1776 — Turim, 9 de julho de 1856), foi um advogado e físico italiano, um dos primeiros cientistas a distinguir átomos e moléculas.1 É mais conhecido por suas contribuições para a teoria molecular.2 Em sua homenagem, o número de entidades elementares (átomos, moléculas, íons, ou outra partícula) presentes em 1 mol dessa substância é conhecido como constante de Avogadro, cujo valor é 6,02 × 1023.2 3 4

Vida e obraeditar | editar código-fonte

Amedeo Avogadro nasceu em 9 de agosto de 1776. Seu pai, Conde Filippo Avogadro, foi um célebre advogado, sendo eleito presidente do senado de Piemonte em 1799. Amedeo Avogadro foi para a escola de Turim, seguir carreira de advogado eclesiástico, e formou-se em bacharel em 1792, com 16 anos. Quatro anos mais tarde defendeu seu doutorado.

Mesmo tendo uma carreira de sucesso na advocacia (fora secretário da prefeitura de Eridano), Avogadro interessava-se pelas Ciências Naturais. Ainda como secretário da cidade de Eridano, Avogadro começou a estudar ciências por conta própria: física e química e também a matemática.1

Em 1809 passou a lecionar física no Realle Collegio de Varcelli. Dois anos mais tarde, em 1811, fez uma publicação sobre as moléculas e o átomo, no Jornal Científico, foi uma de suas mais importantes teses, sobre o hidrogênio e oxigênio da água na verdade, possui uma reação química (H2O).1 Em 1820 ingressa na Universidade de Turim como responsável pela cadeira de física. Trabalhou lá por 30 anos, período em que boa parte de sua obra foi publicada.1

Elaborou a Hipótese de Avogadro, que dizia:

Cquote1.svg

Volumes iguais de gases diferentes à mesma temperatura e pressão contêm o mesmo número de moléculas.

Cquote2.svg
Amedeo Avogadro2

Morreu em Turim em 9 de julho de 1856. Dois anos após sua morte, o também químico italiano Stanislao Cannizzaro, estabeleceu em definitivo a teoria atômico-molecular.

Referências

  1. a b c d Amedeo Avogadro. UOL - Educação. Página visitada em 13 de julho de 2012.
  2. a b c Líria Alves. Amedeo Avogadro (em português). Brasil Escola. Página visitada em 13 de julho de 2012.
  3. IUPAC Compendium of Chemical Terminology, Electronic version, Definição de Constante de Avogadro. Disponível em: http://goldbook.iupac.org/A00543.html. Acesso em 24 de junho de 2011.
  4. Biografias - Avogadro Portal de Química

Bibliografiaeditar | editar código-fonte

  • C. N. Hinshelwood. Amedeo Avogadro (em Inglês). [S.l.: s.n.], 1956. 708–713 p. 124 vol.
  • D. Cavanna. Centenary of the death of Amedeo Avogadro (em Inglês). [S.l.: s.n.], 1956. 134–7 p. 5 vol.

Ver tambémeditar | editar código-fonte

Ligações externaseditar | editar código-fonte

Busca Wikisource Wikisource tem o texto da
Encyclopædia Britannica (11ª edição)
artigo Avogadro, Amedeo, Conte di Quaregna.









Creative Commons License