Ludmilla Tourischeva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ludmilla Tourischeva
Людми́ла Тури́щева
Ludmilla ao centro durante os Jogos Olímpicos de 1972
Informações pessoais
Nome completo Ludmilla Ivanovna Tourischeva
Modalidade Ginástica artística feminina
Especialidade solo e salto
Representante União Soviética
Nascimento 10 de julho de 1952 (61 anos)
Grózni, Chechênia
Nacionalidade Rússia russa[a]
Nível sênior
Período em atividade 19671976

Ludmilla Ivanovna Tourischeva, em russo: Людми́ла Ива́новна Тури́щева, (Grózni, 10 de setembro de 1952) foi uma ginasta russa que disputou provas de ginástica artística pela extinta União Soviética.

A soviética foi nove vezes medalhista olímpica - sendo quatro delas de ouro -, onze vezes medalhista em mundias – totalizando oito primeiras colocações - e catorze vezes medalhista em campeonatos europeus – com oito de ouro. Ludmilla foi a única ginasta a unificar os títulos de campeã europeia, mundial e olímpica, após a tcheca Vera Caslavska. Depois dela, só a ucraniana Lilia Podkopayeva o fez novamente.

Carreiraeditar | editar código-fonte

Tourischeva se tornou ginasta em 1965, ao treze anos de idade, e começou a competir dois anos mais tarde, quando obteve sua primeira medalha na Copa Soviética, na qual conquistou o ouro do concurso geral, feito não repetido no ano seguinte, ao encerrar participação com o bronze. Treinada pelo soviético Vladislav Rastorotsky, ex-técnico de Natalia Yurchenko, Ludmilla representou a União Soviética nas Olimpíadas da Cidade do México, em 1968, competição esta em que conquistou sua primeira medalha em um evento internacional de grande porte – o ouro por equipes.

No ano seguinte, a ginasta disputou mais três campeonatos. No Soviético, Ludmilla subiu ao pódio por quatro vezes: Foi bronze no individual geral e prata nas finais por aparelhos do salto, trave e solo. Na Copa Soviética, a atleta retornou à primeira colocação perdida anteriormente e, em seguida, participou de nova estreia na carreia: O Campeonato Europeu. Nele, conqusitou a terceira colocação do corcurso geral, das barras assimétricas e do solo.

Em 1970, Tourischeva tornou-se líder da equipe nacional soviética. Deste ano até 1974, venceu todos os all around dos campeonatos internacionais que se seguiram. Em ordem - No Mundial de Ljubljana, a ginasta conquistou, além do ouro do individual geral, as medalhas de bronze no salto sobre a mesa, prata nas paralelas assimétricas e ouro no solo. Em 1971, no Campeonato Europeu, foi ouro no concurso geral, no salto e no solo, seguida das pratas nas barras assimétricas e na trave. No ano seguinte, em sua segunda participação olímpica, nos Jogos de Munique, conquistou seu terceiro individual geral em sua terceira competição, além de vencer a disputa por equipes e conquistar duas medalhas nas finais por aparatos – bronze no salto e prata no solo, no qual fora superada por sua companheira de equipe, Olga Korbut. No ano de 1973, em nova edição do Campeonato Europeu, a atleta conquistou todas as medalhas de ouro individuais, além de manter o bicampeonato da competição. Já em 1974, no Mundial de Varna, foram seis conquistas em seis provas disputadas, para a ginasta de 22 anos. A primeira, o ouro por equipes, foi seguida de um novo bicampeonato no concurso geral. Nas finais por aparelhos, ouro no solo e na trave, prata no salto e bronze nas paralelas assimétricas. Em consequência de suas apresentações e resultados, Ludmilla fora considerada o exemplo da ginástica soviética na época: graciosa, elegante, de forma impecável e técnica arrojada.

No Campeonato Europeu de 1975, Ludmilla, conquistou um bronze no solo e não foi ao pódio do individual geral, vencido pela romena estreante Nadia Comaneci, enquanto sua companheira de equipe Nellie Kim, ficara com a prata. No entanto, na Copa do Mundo, a ginasta conquistara todas as medalhas de ouro disputadas, além de vencer a prova do salto, no Campeonato Nacional Soviético. Ainda na Copa do Mundo, disputanda no estádio de Wembley, sua performance nas assimétricas, marcaram o público em decorrência da quebra dos cabos de sustentação. Ao final da apresentação, as barras caíram enquanto a ginasta cumprimentava os juízes.1

O ano seguinte fora seu último como profissional. Nele, a ginasta disputou os Jogos de Montreal, no Canadá e encerrou participação com quatro medalhas. A primeira, de ouro, veio no evento por equipes, seguida do bronze no concurso geral – superada por Comaneci e Kim - e das pratas no salto e no solo, ambas as provas vencidas pela compatriota Nellie Kim.

Cquote1.svg (ela) nunca teve as bochechas de algumas de suas rivais, mas pela serenidade, era suprema Cquote2.svg
David Hunn

Tourischeva também ficara conhecida por sua conduta esportiva. Durante os Jogos de Montreal, a ginasta foi até à vencedora, Comaneci, para pessoalmente cumprimentá-la, após receber sua medalha de ouro no concurso geral.2 Em 1977, a soviética casou-se com Valeri Borzov – duas vezes medalhista olímpico em 1972. No ano de 1981, fora eleita membro do Comitê Técnico da Ginástica Artística Feminina, da FIG e começou a trabalhar como treinadora na Ucrânia, onde permanece como técnica, embora não mais na seleção. Entre suas ginastas, está a campeã olímpica Lilia Podkopayeva.3

Em 1998, Tourischeva fora introduzida no International Gymnastics Hall of Fame.4

Principais resultadoseditar | editar código-fonte

Ano Evento AA Equipe Salto sobre o cavalo Trave Barras assimétricas Solo
1967 Copa Soviética Medalha de ouro
1968 Copa Soviética Medalha de bronze
Jogos Olímpicos Medalha de ouro
1969 Campeonato Europeu Medalha de bronze Medalha de bronze Medalha de bronze
Campeonato Nacional Soviético Medalha de bronze Medalha de prata Medalha de prata Medalha de prata
Copa Soviética Medalha de ouro
1970 Campeonato Mundial de Ginástica Artística Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de bronze Medalha de prata Medalha de ouro
Campeonato Nacional Soviético Medalha de ouro Medalha de ouro
Copa Soviética Medalha de bronze
1971 Campeonato Europeu Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de prata Medalha de ouro
Campeonato Nacional Soviético Medalha de prata Medalha de bronze Medalha de prata
Copa Soviética Medalha de ouro
1972 Campeonato Nacional Soviético Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de ouro
Jogos Olímpicos Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de bronze Medalha de prata
Copa Soviética Medalha de prata
1973 Campeonato Europeu Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de ouro
Campeonato Nacional Soviético Medalha de ouro Medalha de ouro
Copa Soviética Medalha de ouro
1974 Campeonato Mundial de Ginástica Artística Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Medalha de ouro Medalha de ouro
Campeonato Nacional Soviético Medalha de ouro
Copa Soviética Medalha de ouro
1975 Copa do Mundo Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de ouro
Campeonato Europeu Medalha de bronze
Campeonato Nacional Soviético Medalha de bronze Medalha de ouro
1976 Copa do Mundo Medalha de prata
Jogos Olímpicos Medalha de bronze Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze

Notaeditar | editar código-fonte

  • a. ^ Nacionalidade russa, por conta da independência chechena não ser reconhecida pelo governo, ainda que declarada em 1990.

Ver tambémeditar | editar código-fonte

Referências

  1. And the steel was broken. Olympic Panorama, julho-setembro de 1990. pg 33 e 34. ISBN 0204-2177
  2. COMANECI, Nadia. Letters to a young gymnast. Basic Books, Nova Iorque, 2003. ISBN 0-465-01276-0
  3. Lilia Podkopayeva (em inglês). GymMedia. Página visitada em 7 de dezembro de 2008.
  4. LUDMILLA TOURISCHEVA (em inglês). International Gymnastics Hall of Fame. Página visitada em 20 de maio de 2009.

Ligações externaseditar | editar código-fonte








Creative Commons License