Portal:Myanmar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Conteúdo · Temas gerais · Resumo do conhecimento · Portais · Categorias · Anexos por tema · Glossários · Índice A-Z

State seal of Myanmar.svg
Bem-vindo ao
Portal de Myanmar

Myanmar long form.png
Shwedagon-Pano-39314.jpg
Cartella viola.jpg
Brosen windrose-fr.svg
ver    
Bandera do Myanmar
Mapa de Localização

Myanmar, Mianmar, Mianmá, Miamar ou Birmânia (oficialmente União de Myanmar) é um país do sul da Ásia continental limitado ao norte e nordeste pela China, a leste pelo Laos, a sudeste pela Tailândia, ao sul pelo Mar de Andamão e pelo Canal do Coco, a oeste pelo Golfo de Bengala e a noroeste por Bangladesh e pela Índia. Em 2006, a capital do país foi transferida de Rangum para Naypyidaw.

A Birmânia tornou-se independente do Reino Unido em 4 de janeiro de 1948, com o nome oficial de União da Birmânia, designação que voltou a adotar após um período como "República Socialista da União da Birmânia" (4 de janeiro de 1974 a 23 de setembro de 1988). Em 18 de junho de 1989, o regime militar birmanês anunciou que o nome oficial do país passaria a ser União de Myanmar. A nova designação foi reconhecida pelas Nações Unidas e pela União Europeia, mas não pelos governos dos EUA e Reino Unido.

A diversa população birmanesa teve papel fundamental para definir a política, história e demografia do país nos tempos modernos. Seu sistema político é hoje mantido sob controle estrito do Conselho de Estado para a Paz e o Desenvolvimento - o governo militar chefiado, desde 1992, pelo General Than Shwe. As forças armadas birmanesas controlam o governo desde que o General Ne Win desfechou um golpe de Estado em 1962 para derrubar o governo civil de U Nu. Integrante do Império Britânico até 1948, a Birmânia continua a enfrentar tensões étnicas. A cultura do país baseia-se no budismo theravada, temperado por elementos locais.


Cartella viola.jpg
Nuvola filesystems services.png
ver    
Estrada da Birmânia, em 1944.

A Estrada da Birmânia é como passou à história a ligação rodoviária, erguida entre os anos de 1939 a 1941, que unia a China à Índia e à Birmânia (atual Mianmar), com o objetivo de levar suprimentos dos Aliados da Segunda Guerra Mundial para a resistência chinesa à ocupação japonesa.

Com uma extensão de 1,154 km, cruzando a parte montanhosa dos países que corta, a estrada foi importante objeto de disputa entre os ingleses e os japoneses, antes da sua entrada no conflito mundial. Ligava Lashio (norte birmanês) a Kunming (na China), e foi construída por trabalhadores chineses, com grande custo de vidas sobretudo em razão da malária, cortando florestas e montanhas.

Tornou-se a mais famosa estrada do mundo na época, por onde passavam constantemente dezenas de veículos abastecidos de armamentos e munições para a China,- o que a transformou no principal objetivo estratégico japonês na ocupação da Birmânia.

Passado o conflito a histórica estrada perdeu sua importância e foi abandonada, e atualmente se presta ao tráfico de produtos como teca, ouro e ópio.


Cartella viola.jpg
Nuvola apps kontact.png
ver    
Aung San Suu Kyi gives speech.jpg

Aung San Suu Kyi (em birmanês: AungSanSuuKyi1.png, AFI[àuɴ sʰáɴ sṵ tɕì]; MLCTS: aung hcan: cu. krany; Rangum, 19 de junho de 1945) é uma política de oposição birmanesa, ex-secretária geral da Liga Nacional pela Democracia. Durante a eleição geral de 1990, seu partido conquistou 59% dos votos em todo o país, e obteve 81% (392 de 485) dos assentos no parlamento. Ela já havia, no entanto, sido detida e colocada sob prisão domiciliar, permanencendo nesta condição por quase 15 dos 21 anos que se passaram desde 1990 até sua libertação, em novembro de 2010.

Aung San Suu Kyi recebeu o Prêmio Rafto e o Prêmio Sakharov para a Liberdade de Pensamento, em 1990, e o Prêmio Nobel da Paz em 1991. No ano seguinte recebeu o Prêmio Jawaharlal Nehru para a Compreensão Internacional, concedido pelo governo da Índia, e o Prêmio Internacional Simón Bolívar, do governo da Venezuela. Aung San Suu Kyi é filha de Aung San, considerado o pai da Birmânia (ou Mianmar) atual.

Cartella viola.jpg
Nuvola filesystems camera.png
ver    
Blethrow Inle3.JPG
Casas sobre o lago Inle
Cartella viola.jpg
Nuvola apps remote.png
ver    

Birmânia ou Myanmar?

Em 1989, um ano após a ascensão do regime militar, os novos governantes decidiram mudar a denominação tradicional da Birmânia para o local e etnicamente neutro Myanmar. Talvez essa decisão foi tomada para reduzir os protestos, por vezes violentos, das minorias Shan e Karen, acreditando que um nome que se refere apenas a etnia predominante, negligencia as demais. O nome de Mianmar, portanto, tornou-se oficial em várias línguas, mas certamente não é usado em conversações na Birmânia.

Você sabia...

... que George Orwell foi por seis anos um membro da Polícia Imperial na Birmânia (1922-1928)? E essa experiência inspirou inclusive o livro Burmese Days, publicado em 1934?

... que durante a Segunda Guerra Mundial, tropas chinesas (aliadas aos americanos e britânicos) lutaram contra as tropas japoneses e tailandesas no norte da Birmânia?

Cartella viola.jpg
Nuvola apps kate.png
ver    
Cartella viola.jpg
Nuvola apps bad kcontrol.png
ver    

Artigos para desenvolver:

  • Outros artigos:

Artigos para revisar/reciclar:


Artigos para sofrerem fusão: Observação importante: Após fazer a fusão, favor riscar o nome da lista acima usando <s> e </s>.


Artigos para traduzir: Observação importante: Após fazer a fusão, favor riscar o nome da lista acima usando <s> e </s>.


Predefinições a traduzir/completar: Observação importante: Ao criar novos artigos procure criar todos os possíveis redirecionamentos.

Cartella viola.jpg
Nuvola apps kdmconfig.png
ver    
Predefinições
Infobox


Ligações
Portal A Wikipédia possui o
Portal de Myanmar
Cartella viola.jpg
Nuvola apps bookcase.png
ver    
Para exibir todas as subcategorias, clicar sobre "►":




Cartella viola.jpg
Portal.svg
ver    







Creative Commons License