Região Metropolitana de Salvador

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Região Metropolitana de Salvador
Localização
Unidade federativa  Bahia
Lei Lei Complementar Federal nº14 de 1973
Data da criação 8 de junho de 1973
Número de municípios 13
Cidade-sede Salvador
Características geográficas
Área 4 375,123 km²1
População 3 884 435 hab. () Censo IBGE/20132
Densidade 887,85 hab./km²
IDH 0,687 – médio PNUD/20103
PIB R$ 72 198 704 mil (BR 8º) IBGE/20114
PIB per capita R$ 21 149,60 IBGE/20104

A Região Metropolitana de Salvador, também conhecida como Grande Salvador e pelo acrônimo RMS, foi instituída pela Lei Complementar Federal número 14, de 8 de junho de 1973. Com 3 884 435 habitantes2 (IBGE/2013), é a maior região metropolitana mais populosa do Nordeste brasileiro (em 2013), e a quinta do Brasil (em 2013), além de ser a 109ª mais populosa do mundo (em 2012).5 Concentrando 45% do PIB estadual, é também a metrópole mais rica do Norte-Nordeste em PIB nominal, e a terceira mais rica em PIB PPC.4 6

Compreende os municípios de Camaçari, Candeias, Dias d'Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Mata de São João, Pojuca, Salvador, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filho e Vera Cruz.

Sua área de influência abrange os estados da Bahia e Sergipe, além de parte dos estados de Alagoas, Pernambuco e Piauí.

A RMS carece de órgãos para coordenação de ações conjuntas e para descentralização, já que, enquanto Salvador possui mais de 2,8 milhões de habitantes, em nenhum dos outros municípios pode haver segundo turno nas eleições municipais7 .

Municípioseditar | editar código-fonte

Originalmente, a RMS era composta por oito municípios, mas após a emancipação de Madre de Deus, distrito de Salvador até 1990, e de Dias d'Ávila, passou a ter dez municípios. Em 17 de dezembro de 2007, foi aprovada pela Assembléia Legislativa da Bahia e sancionada pelo governo estadual em 3 de janeiro de 2008 a Lei complementar estadual n° 308 , que inclui Mata de São João e São Sebastião do Passé na RMS. Em 22 de janeiro do ano seguinte, a inclusão de Pojuca foi sancionada pelo governador Jaques Wagner através da Lei complementar estadual n° 32. Abaixo, segue uma tabela comparativa com os dados dos municípios que compõem atualmente a região metropolitana.


Município Legislação Área (km²)
9
População
(2013)2
IDH3
(2010)
PIB (em mil reais)
(2011)4
Mapas
Salvador LCF 14/1973 706,799 2 883 672 0,759 38 819 520 Mapa atual com os nomes dos municípios.
Camaçari LCF 14/1973 759,802 275 575 0,694 12 313 916
Candeias LCF 14/1973 264,487 89 419 0,691 4 705 021
São Francisco do Conde LCF 14/1973 266,631 36 677 0,674 3 575 292
Simões Filho LCF 14/1973 192,163 129 964 0,675 3 943 664
Lauro de Freitas LCF 14/1973 59,905 184 383 0,754 3 469 181 Mapa dos municípios originais.
Dias d'Ávila LCF 14/1973 207,504 75 103 0,676 2 516 548
Pojuca LCE 32/2009 318,205 36 551 0,666 1 234 027
São Sebastião do Passé LCE 30/2008 538,32 45 090 0,657 512 415
Mata de São João LCE 30/2008 670,380 44 538 0,668 438 444 Mapa da evolução territorial.
Madre de Deus LCF 14/1973 11,141 19 600 0,708 268 570
Vera Cruz LCF 14/1973 252,759 41 524 0,645 281 431
Itaparica LCF 14/1973 115,922 22 329 0,670 120 675
TOTAL 4 375,123 3 884 435 0,687 72 198 704 mil

Geografiaeditar | editar código-fonte

Mapa dos municípios metropolitanos, antes da inclusão de Pojuca.

A Grande Salvador, contando com 4 375,123 km²9 , possui um extenso litoral. Com execeção de Dias d'Ávila, Pojuca e São Sebastião do Passé, todos os seus outros municípios têm litoral, fazendo divisa seja com o Oceano Atlântico, como Mata de São João, Camaçari e Lauro de Freitas, ou com a Baía de Todos os Santos, como Itaparica, Candeias, Simões Filho, São Francisco do Conde, Madre de Deus, ou mesmo com os dois, como Salvador e Vera Cruz.

Envolve ainda várias ilhas e ilhotas, dentre elas se destaca a ilha de Itaparica, a maior de todas. Nela, localizam-se os municípios de Itaparica e Vera Cruz. Além desses acidentes geográficos, destaca-se também a Baía de Aratu, uma baía menor no nordeste da Baía de Todos-os-Santos.

A Região metropolitana está distribuída entre o Recôncavo baiano e o Nordeste baiano/Litoral Norte.

Demografiaeditar | editar código-fonte

A Região Metropolitana de Salvador possui uma população de 3 884 425 habitantes (IBGE/2013), em uma área territorial de 4 375,123 o que representa uma densidade demográfica de 887,84 hab/km².

Evolução populacional
Evolução populacional e estimativas de crescimento segundo a ONU (2005) (em milhares de habitantes)10
1950 1955 1960 1965 1970 1975 1980 1985 1990 1995 2000 2005 2010 2015
403 520 671 847 1 069 1 341 1 683 1 983 2 331 2 644 2 968 3 331 3 695 3 950
Relação entre cor e alfabetização

Economiaeditar | editar código-fonte

Orla de Lauro de Freitas, importante polo comercial, turísticas e de serviços.

A Região Metropolitana de Salvador ostenta um produto interno bruto de R$ 72 198 704 (em 2011), constituindo o oitavo maior polo de riqueza nacional, além de uma renda per capita era de R$ 21 149,60, segundo dados do IBGE em 2010.4 Tais números estão concentrados nas atividades industriais do Polo Petroquímico de Camaçari (PIC), em Camaçari, e do Centro Industrial de Aratu (CIA), entre Simões Filho e Candeias, e nas atividades relacionadas ao turismo e ao comércio. Para o escoamento da produção industrial há o Aeroporto Internacional de Salvador, dois portos (de Salvador e de Aratu, este próximo ao CIA) e duas rodovias principais (BR-324 e BA-099, a primeira liga à Região Metropolitana de Feira de Santana e daí às rodovias federais BR-101 e BR-116).

Destacam-se na região metropolitana algumas organizações e instalações econômica-industriais. A Refinaria Landulpho Alves, da Petrobras, em São Francisco do Conde continua a ser a única refinaria no Nordeste brasileiro, já que a refinaria pernambucana ainda está em construção. A Organização Odebrecht, sediada na capital baiana, é um conglomerado multinacional com atuação na América, África e Ásia. A Rede Bahia iniciou-se também na construção civil com a Santa Helena Construtora e hoje concentra-se na comunicação e entretenimento com as principais mídias baianas.

No planejamento estadual do turismo, os municípios encontram-se em duas zonas turísitcas: a Zona turística da Baía de Todos-os-Santos e a Zona turística da Costa dos Coqueiros. Ainda na atividade econômica do turismo, destacam-se os equipamentos dos complexos de hotéis da Costa do Sauipe e Praia do Forte, além de outros destinos também localizados ao longo da Estrada do Coco (trecho da BA-099 sob concessão).

Centro Industrial de Aratueditar | editar código-fonte

O Porto de Aratu, na Baía de Aratu, em Candeias.

O CIA, um parque industrial planejado, ocupa uma vasta área em torno da Baía de Aratu e é o lar de mais de 200 empresas industriais.12 Esse parque tem localização privilegiada devido ao fácil escoamento pelo Porto de Aratu ou pelas rodovias estaduais do "sistema BA-093" concessionado à Bahia Norte (composto pelas rodovias BA-093, Via Parafuso, CIA-Aeroporto, BA-512, BA-521 e Canal de Tráfego), que ainda conectam ao Aeroporto e à Estrada do Coco, e à RLAM e ao PIC.13

Polo Industrial de Camaçarieditar | editar código-fonte

Unidade de Hidrogênio da Peroxy Bahia, dentro do Polo.

Em dezembro de 2001, a Monsanto inaugurou, no Polo Industrial de Camaçari, na região metropolitana de Salvador, a primeira fábrica da empresa projetada para produzir matérias-primas para o herbicida Roundup na América do Sul. O investimento é equivalente a US$ 500 milhões; US$ 350 milhões foram gastos em sua fase inicial. A planta de Camaçari, a maior unidade da Monsanto fora dos Estados Unidos, é também a única planta da Monsanto, na fabricação de matérias-primas para a linha de produção de Roundup. A empresa iniciou as obras da nova unidade em janeiro de 2000.14

A Ford Motor Company tem uma fábrica no Polo para montagem do Ford EcoSport, Ford Fiesta e Ford Fiesta Sedan.15 Foi a primeira indústria automotiva no Nordeste do Brasil.16 Em 2009, a indústria contava com 3.376 empregados.17

A chinesa JAC Motors terá uma fábrica em Camaçari; a nova indústria irá resultar em 3.500 empregos diretos e 10.000 empregos indiretos; a produção terá cerca de 100.000 veículos por ano.18

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  2. a b c IBGE - Censo Brasileiro 2013 (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Página visitada em 30 de agosto de 2013.
  3. a b Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2013). Página visitada em 22 de agosto de 2013.
  4. a b c d e Produto Interno Bruto dos Municípios - 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 17 de dezembro de 2013.
  5. World Gazetteer – Welt: Ballungsräume.
  6. Global city GDP rankings 2008-2025. Pricewaterhouse Coopers. Página visitada em 20 de novembro 2009.
  7. Lídice quer rediscutir Região Metropolitana de Salvador (em português). Página visitada em 26 de julho de 2011.
  8. Diário Oficial da Bahia, edição de 3 de janeiro de 2008. Acessado em 22 de fevereiro de 2008
  9. a b IBGE, Área Territorial Oficial, Resolução nº 5 de 10 de outubro de 2002. Acessado em 20 de janeiro de 2008.
  10. ONU, 2005 Revision of World Urbanization Prospects. Perspectiva Mundial de Urbanização, dados de 2005 - Tabela 12.
  11. a b c Roberto Cavararo (2006). Síntese de Indicadores Sociais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Arquivado do original em 23 de agosto de 2011. Página visitada em 23 de agosto de 2011.
  12. Centro Industrial de Aratu terá 100 novas industrias. Bahia Econômica (8 de junho de 2012). Página visitada em 9 de julho de 2012.
  13. Cbnorte.com.br (13 de dezembro de 2010 às 17h32min). Reestruturação da BA-093 terá forte impacto econômico (em português). Página visitada em 23 de julho de 2012.
  14. Monsanto Camaçari Completa 10 Anos. PautaSocial (8 de novembro de 2011). Página visitada em 9 de julho de 2012.
  15. Ford ampliará fábrica de Camaçari, na Bahia. Paraná Online (20 de novembro de 2009).
  16. Ford anuncia primeira fábrica de motores no nordeste do Brasil. Revista Quatro Rodas (20 de dezembro de 2011). Página visitada em 9 de julho de 2012.
  17. Complexo Industrial Ford Nordeste/BA. Ford para todos. Página visitada em 9 de julho de 2012.
  18. JAC Motors anuncia oficialmente fábrica na Bahia. Jac Motors Brasil (18 de novembro de 2011). Página visitada em 9 de julho de 2012.

Bibliografiaeditar | editar código-fonte

Ver tambémeditar | editar código-fonte








Creative Commons License