São Borja

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde junho de 2013).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Município de São Borja
"Terra dos Presidentes"
Bandeira de São Borja
Brasão de São Borja
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 10 de outubro
Fundação 10 de outubro de 1682 (331 anos)
Emancipação 21 de maio de 1834 (179 anos)
Gentílico são-borjense
Padroeiro(a) São Francisco de Borja
Prefeito(a) Farelo Almeida (PDT)
(2013–2016)
Localização
Localização de São Borja
Localização de São Borja no Rio Grande do Sul
São Borja está localizado em: Brasil
São Borja
Localização de São Borja no Brasil
28° 39' 39" S 56° 00' 14" O28° 39' 39" S 56° 00' 14" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Sudoeste Rio-grandense IBGE/20081
Microrregião Campanha Ocidental IBGE/20081
Municípios limítrofes Garruchos, Santo Antônio das Missões, Maçambara, Itaqui, Itacurubi, Unistalda, Santo Tomé e Laranjeiras D'Oeste
Distância até a capital 594 km
Características geográficas
Área 3 616,026 km² 2
Distritos São Borja (sede), Rincão do Meio, Timbaúva, Nhú-Porã e São Miguel
População 61 671 hab. Censo IBGE/20103
Densidade 17,05 hab./km²
Altitude 123 m
Clima subtropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,736 alto PNUD/20004
PIB R$ 1 013 839,479 mil IBGE/20085
PIB per capita R$ 16 027,31 IBGE/20085
Página oficial
Prefeitura http://www.saoborja.rs.gov.br

São Borja é um município da Região Sul do Brasil, localizado no estado do Rio Grande do Sul. A cidade foi fundada em 1682 pelos padres jesuítas, a primeira cidade dos Sete Povos das Missões. São Borja tem a civilização mais antiga do estado, sendo povoada ininterruptamente desde sua fundação. Situa-se na fronteira oeste do estado, sendo banhada pelo rio Uruguai, que é a fronteira natural com a cidade de Santo Tomé localizada na província de Corrientes, na Argentina.

A lei estadual 13.041/2009 declarou oficialmente São Borja "Terra dos Presidentes",6 por ser cidade natal de dois ex-presidentes do Brasil: Getúlio Vargas e João Goulart.

Antigamente a cidade foi conhecida também como a Capital do Linho, devido ao forte cultivo da planta no município nas décadas do início do século XX.

Históriaeditar | editar código-fonte

Em meados do século XVII, São Borja foi o primeiro dos chamados Sete Povos das Missões da Companhia de Jesus, que abrigou em seu seio a nação guarani e foi o lar de Sepé Tiaraju.

São Borja foi fundada pelos padres jesuítas espanhóis. O nome é homenagem a São Francisco de Borja, que foi o 3º geral ("general") da ordem dos jesuítas. Por estes motivos é que o brasão da cidade ostenta, em campo vermelho (evocativo da terra vermelha das Missões e do sangue guarani), uma Cruz de Lorena em ouro.

A adoção a Cruz de Caravaca, também conhecida como Cruz de Lorena e Cruz de Borgonha, é uma relíquia cristã de origem espanhola utilizada pelos jesuítas. Nas Missões pode ser vista em vários locais da região missioneira, inclusive nas Ruínas de São Miguel das Missões, principal sítio histórico dos Sete Povos das Missões.

Bairroseditar | editar código-fonte

  • Centro: Principal concentração populacional da cidade, onde encontram-se as principais lojas e os moradores de maior poder econômico. Situam-se nessa região a prefeitura, a câmara de vereadores, o museu Getúlio Vargas, museu João Goulart, o museu Missioneio (junto a biblioteca pública municipal), a praça XV de novembro (onde encontra-se o mausoléu do presidente Getúlio Vargas) e a Igreja Matriz São Francisco de Borja, entre outros pontos turísticos importantes.
  • Bettim: Bairro de classe média e sede da escola técnica federal Instituto Federal Farroupilha (Campus São Borja). Conhecido pela sua tranquilidade, segurança e boa vizinhança, é um dos melhores bairros para se viver em família em São Borja. Excelente localização, padrão elevado de vida, vizinhança hospitaleira fazem a boa fama do bairro.
  • Passo: Bairro situado no extremo norte da área urbana de São Borja. O bairro é constituído por trabalhadores e suas moradias populares, localizam-se o prédio da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), o Centro Nativista Boitatá a Receita Federal e a Polícia Federal. Os moradores do bairro são conhecidos como "passianos". O bairro é o maior da cidade, englobando muitas vilas, chegando sua divisa mais ao norte e até as margens do Rio Uruguai passando pelo Cais do Porto, um ponto de encontros ao ar livre e realizações de eventos culturais diversos.
  • Menegusso: Bairro popular de moradias de classe média, situado em torno do parque de exposições, do sindicato rural, da sede campestre, do clube comercial, da sede do clube recreativo Continente, Ascomvilca (associação de moradores da vila cabeleira), Universidade da Região da Campanha (URCAMP). Nas proximidades também se localiza o 2° BPAF da Brigada Militar de São Borja, Batalhão de Policiamento de área de Fronteira. Bairro onde se localiza a sede da Associação Atlética do Banco do Brasil de São Borja e onde ficam o Parque de Exposições Dr. Serafim Dornelles Vargas, onde acontece a Fenaoeste, e a Sede Campestre do Clube Comercial. Nesse bairro encontram-se casas populares e casas de classe média alta.
  • Pirahy: Bairro de moradias populares. Além de unidades residenciais, neles situam-se a sedes do Poder Judiciário Estadual; Poder Judiciário Federal; Ministério Público Estadual; em breve iniciará obras da sede da Justiça Federal do Trabalho. Além dos poderes, o bairro conta com o Hospital Ivan Goulart.

Também nesse bairro está a rua mais arborizada da cidade (Rua General Canabarro) onde predominam árvores como cibipirunas, plátanos, grevilhas e guajuvira.Reconhecido como o melhor bairro da cidade. A denominação do bairro deriva da existência de uma fábrica de papel denominada Pirahy que operou até a década de 70.

  • Florêncio Guimarães: Bairro de moradias populares situado ao sudoeste da cidade, tendo como um de seus destaques o Estádio Vicente Goulart, casa dos extintos Internacional e Cruzeiro e da Associação Esportiva São Borja.
  • Paraboi: Contam os antigos moradores que o nome Paraboi deve-se ao fato de que, antigamente, quando os tropeiros (conduzindo suas boiadas para algum matadouro) estacionavam as tropas exatamente naquele sítio. Ao decidirem pernoitar no local, os condutores supostamente gritavam "páááára boiii". Neste bairro se localiza a rodoviária, a praça tricentenário e o monumento alusivo aos 300 anos de fundação da povoação jesuítica.
  • Itacherê: Bairro de moradias populares. Itacherê é uma palavra de origem indígena que quer dizer "rio de pedras".
  • Maria do Carmo: Bairro formado pela classe média baixa, hoje considerado um dos bairros mais seguros da cidade, e um dos lugares mais procurados para compra e alugueis de casas, segundo as agências Imobiliárias.
  • José Pereira Alvarez (Várzea): Bairro formado por trabalhadores, onde encontra-se a antiga estação ferroviária (futuro centro cultural do municipio), o mercado público municipal, o 2º RCmec, o Regimento de Cavalaria Mecanizada, o presídio municipal, o aeroporto, e o jocquei club.

Mídiaeditar | editar código-fonte

Em São Borja, estão localizadas as sedes das rádios Fronteira FM e Cultura AM, pertencentes à mesma empresa7 , além de duas rádios comunitárias: Butuí,8 e Navegantes FM.9 Na questão de jornais impressos, atualmente circulam a Folha de São Borja,10 e o jornal O Regional.11

Não há emissoras de televisão aberta com geração em São Borja, apenas retransmissoras de canais gerados em outras cidades.

Universidadeseditar | editar código-fonte

Cidades-Irmãseditar | editar código-fonte

Personalidades sãoborjenseseditar | editar código-fonte

Getúlio Vargas, um dos dois são-borjenses presidentes do Brasil.


Personalidades do esporteeditar | editar código-fonte

Ver tambémeditar | editar código-fonte

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. Lei n.º 13.041, de 25 de setembro de 2008. Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Página visitada em 11 de dezembro de 2009.
  7. Fronteira FM
  8. Rádio Butuí (ao vivo)
  9. Rádio Navegantes (ao vivo)
  10. [1]
  11. [2]
  12. Lei nº 4.158/2005. Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Página visitada em 26 de dezembro de 2008.

Ligações externaseditar | editar código-fonte

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons







Creative Commons License