Sarandi (Rio Grande do Sul)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde junho de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Município de Sarandi
Bandeira de Sarandi
Brasão de Sarandi
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 27 de junho
Fundação 27 de junho de 1939
Gentílico sarandiense
Prefeito(a) Paulo Kasper (PP)
(2013–2016)
Localização
Localização de Sarandi
Localização de Sarandi no Rio Grande do Sul
Sarandi está localizado em: Brasil
Sarandi
Localização de Sarandi no Brasil
27° 56' 38" S 52° 55' 22" O27° 56' 38" S 52° 55' 22" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Noroeste Rio-grandense IBGE/2008 1
Microrregião Carazinho IBGE/2008 1
Municípios limítrofes Palmeira das Missões, Barra Funda, Rondinha, Nova Boa Vista e Chapada
Distância até a capital 333 km
Características geográficas
Área 342,860 km² 2
População 21 285 hab. Censo IBGE/20103
Densidade 62,08 hab./km²
Altitude 503 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,791 alto PNUD/2000 4
PIB R$ 402 618,490 mil IBGE/20085
PIB per capita R$ 18 722,96 IBGE/20085
Página oficial

Sarandi é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. O nome Sarandi originou-se da flor que crescia às margens de um riacho afluente do rio Passo Fundo.

Históriaeditar | editar código-fonte

O Município de Sarandi tem seu território formado por terras que, inicialmente faziam parte de Rio Pardo (1809), desmembrado após para o município de Cachoeira do Sul (1819), mais tarde Cruz Alta (1834) e finalmente em 1857, Passo Fundo.

A FAZENDA SARANDY - Em 1897 João Vergueiro, proprietário da Fazenda Sarandy, anexa três posses e aumenta seu tamanho para mais de setenta mil hectares. Em 1906, Nicolau de Araújo Vergueiro vende a fazenda para uma firma uruguaia: Maílhos, Mouriño & Lapido. Como o território era vasto, e difícil de se administrar como um todo, os uruguaios iniciam um projeto de colonização particular, surge a Colônia Sarandy.

TRÊS PRIMEIRAS FASES DA COLONIZAÇÃO DO TERRITÓRIO

- A primeira fase começa em 1917 com a firma Gomes & Schering, alterada logo para Gomes, Schering e Sturm, e ainda no mesmo ano para Armínio da Silva e Cia. Os primeiros que chegaram foram migrantes de origem alemã, organizados na Primeira Sede, onde hoje fica o Ati-Açú. Em pouco tempo já estavam ali traçadas as ruas e praças com comércio, serraria, hotel e farmácia. - A segunda fase ocorre logo em seguida, em 1918 com a colonização da Segunda Sede, agora com migrantes vindos das colonias italianas. Ignácio Giordani é um dos primeiros a comprar lotes e a organizar junto com a Cia. Colonizadora o desenho das quadras e ruas da Colônia. - A terceira fase tem início com a elevação da Colônia Sarandi para a Vila de Sarandi (6º distrito). Em 1922, Passo Fundo transfere a sede de Pontão para Sarandi, sendo enviado para cá o Subprefeito Otávio Ribeiro. Em 1923 nossa colonização estagna devido a invasão de tropas revolucionárias na região. Nossa colônia presencia combates e agressões de todos os tipos, mas no decorrer da década é retomada a normalidade e o Distrito segue se desenvolvendo.

MOVIMENTO EMANCIPACIONISTA - A partir de 1930 começa a surgir ideias emancipacionistas, sendo 1938 o ano do início da campanha, tendo como presidente o Dr. Mário Azambuja, acompanhado por Armínio da Silva, Álvaro Barcelo Sant'ana, Antônio Oltramari, João Piccini, Etelvino Ferreira Prestes, entre outros.

Mais sobre a História de Sarandi em http://www.cmsarandi.rs.gov.br/site/sarandi.html

Geografiaeditar | editar código-fonte

Sarandi localiza-se a uma latitude 27º56'38" sul e a uma longitude 52º55'23" oeste, estando a uma altitude de 503 metros.

Possui uma área de 342,86 km² e sua população estimada em 2004 era de 30 273 habitantes.

Sarandi tem uma invejável posição geográfica, pois localiza-se ao norte do estado do Rio Grande do Sul, na Região do Alto Uruguai, às margens da BR-386, a chamada Rodovia da Produção.

Economiaeditar | editar código-fonte

Pelo desenvolvimento alcançado ao longo dos anos, Sarandi é considerado "pólo industrial da região". Inúmeras pequenas indústrias texteis, uma unidade da Aurora Alimentos e uma unidade fabril da Dakota Calçados estão instaladas no município.

Possui também empresas que se destacam no campo da tecnologia de informação e de desenvolvimento de websites, que oferecem diferenciais competitivos e inovadorescarece de fontes?.

O setor comercial preenche as necessidades do mercado local e regional.

Turismoeditar | editar código-fonte

Para os visitantes, empreendedores e turistas, Sarandi oferece opções de compras, hotéis, restaurantes, e vinho de primeira qualidade ali produzido.

Rádioeditar | editar código-fonte

Existe a rádio Sarandi AM 1310 www.rsradios.com.br e Rádio maisnova FM 90.7 www.maisnova.fm.br e sucursal da101.7

Televisãoeditar | editar código-fonte

Não existem emissoras de televisão com sede em Sarandi, mas possui o sinal dos principais canais de televisão do Rio Grande do Sul.

Canais de televisão aberta de Sarandi

VHF: 04 - Band | 06 - SBT RS (SBT) | 07 - Rede | 09 - Tv Pampa Norte (Rede TV!) | 12 - RBS TV (Globo)
UHF: 41 - Rede Record

Educaçãoeditar | editar código-fonte

Em 2004 foi instalado na cidade um campus da Universidade de Passo Fundo.

Ligações Externaseditar | editar código-fonte

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.







Creative Commons License