TV Brasil - Canal Integración

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
TV Brasil - Canal Integración
Empresa Brasil de Comunicação S/A
Gravura da emissora fotografada em um seminário em Buenos Aires
Tipo Rede de televisão pública
País  Brasil
Fundação 2004
Extinção 31 de março de 2010
Pertence a Empresa Brasil de Comunicação
Presidente José Roberto Barbosa Garcez
Slogan Diversidade é a nossa Identidade
Formato de vídeo 480i (SDTV)
Canais irmãos TV Brasil
TV NBR
Página oficial tvbrasil.tv.br (redireciona para o site da TV Brasil)

TV Brasil – Canal Integración foi um canal de televisão criado em 2004 por decreto presidencial para ser a televisão pública internacional do Brasil. Foi sucedida pela TV Brasil Internacional. 1

Históriaeditar | editar código-fonte

O Canal Integración iniciou transmissão, em caráter experimental, em 30 de setembro de 2005, durante a "Primeira Reunião de Chefes de Estado da Comunidade Sul-Americana de Nações". A emissora realizou a cobertura informativa do evento que incluiu a transmissão ao vivo das reuniões e a produção de entrevistas e reportagens especiais. A segunda fase do canal se deu em 2006 com a distribuição gratuita da programação pelos países sul-americanos.

Durante seu funcionamento, mais de 430 operadores redistribuíam o sinal do Canal Integración, chegando a 19 países das Américas pelo sinal a cabo ou via antena parabólica.

A TV Brasil – Canal Integración foi uma iniciativa dos três poderes do Estado brasileiro, que reuniu representantes do Legislativo, Executivo e Judiciário para trabalhar pela criação de serviços televisivos para o exterior. Sua gestão administrativa e editorial era regida por um Comitê Gestor, criado a partir de decreto presidencial, integrado pela Empresa Brasileira de Comunicação, Subsecretaria de Comunicação Institucional da Secretaria Geral da Presidência da República (Secom), Ministério das Relações Exteriores, Senado Federal, Câmara dos Deputados e Supremo Tribunal Federal. O Comitê Gestor possuía aporte técnico e profissional das TV Senado, TV Câmara, TV Justiça e Empresa Brasil de Comunicação. Esta última era responsável pela operação técnica e administrativa do Canal Integración.

O Canal Integración ganhou o primeiro lugar do Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça, na categoria “Inovação”. Pioneirismo, originalidade e qualidade foram alguns dos critérios analisados.

Programaçãoeditar | editar código-fonte

O Canal Integración produzia notícias com enfoque na América do Sul para atender ao cidadão sul-americano no seu direito à informação, apresentando uma agenda que privilegiava temas relacionados à cidadania, cultura, políticas públicas e relações internacionais.

Grade de programaçãoeditar | editar código-fonte

O acervo multinacional da TV Brasil – Canal Integración era estruturado em cultura e informação. Para organizar a diversidade de linguagens, formatos e temáticas das produções que formavam este acervo, a grade de programação foi apresentada em sete faixas:

Jornalismoeditar | editar código-fonte

A TV Brasil – Canal Integración também veiculava produções jornalísticas, como boletins diários, entrevistas exclusivas e coberturas temáticas de eventos relevantes para o processo de integração sul-americana. Dois noticiários semanais trazem um resumo dos principais acontecimentos do Brasil e da América do Sul:

  • Noticias de Brasil - um resumo das informações mais importantes ocorridas no Brasil durante a semana. Reportagens de emissoras públicas e educativas de diversas regiões brasileiras são selecionadas, reeditadas e contextualizadas para que os telespectadores de outros países compreendessem a realidade brasileira. Era apresentado em espanhol, todas as sextas às 23horas.
  • América do Sul Hoje - apresentava os principais acontecimentos da América do Sul para o público brasileiro. Era apresentada em português, toda sexta às 20h30.

Referências

  1. Wilson Tosta (13 de maio de 2010). TV Brasil começa a transmitir na África. O Estado de S. Paulo. Página visitada em 12 de outubro de 2012.

Ver tambémeditar | editar código-fonte

Ligações externaseditar | editar código-fonte








Creative Commons License