TV Tupi Rio de Janeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
TV Tupi Rio de Janeiro
S/A Rádio Tupi
Cidade de concessão Rio de Janeiro, RJ
Canais
6 analógico
Slogan Do tamanho do Brasil
Rede Rede Tupi
Fundador Assis Chateaubriand
Fundação 20 de janeiro de 1951 (63 anos)
Extinção 18 de julho de 1980 (33 anos)
Sucessora TV Manchete Rio de Janeiro
Prefixo(s) anteriore(s) PRG-3 (1951-1970)
ZYB 513 (1970-1980)

A TV Tupi Rio de Janeiro, também conhecida como TV Tupi Rio e TV Tupi da Guanabara (quando existia a cidade-estado da Guanabara, entre 1960 a 1975) foi uma emissora de televisão brasileira instalada na cidade do Rio de Janeiro, Capital do Estado do Mesmo Nome.

Era emissora de TV própria da Rede Tupi. Foi a segunda emissora de TV a ser inaugurada no Brasil, depois da TV Tupi São Paulo, que logo em diante iriam formar a Rede Tupi. Era sintonizado no Canal 6 VHF.

Históriaeditar | editar código-fonte

A TV Tupi Rio de Janeiro entrou no ar pouco tempo depois da primeira emissora de televisão brasileira, a TV Tupi de São Paulo, em 20 de janeiro de 1951.

O monopólio como única emissora da cidade e do estado foi quebrado em 1955 com a inauguração da TV Rio Canal 13. Depois vieram a TV Continental Canal 9 (1959), TV Excelsior Rio de Janeiro Canal 2 (1963) e TV Globo Rio de Janeiro Canal 4 (1965). No entanto, perdeu as TVs concorrentes Excelsior (1970) Continental (1972) e Rio (1977), mas ganhou a TV Educativa do Rio de Janeiro Canal 2 (1975) e TV Studios Rio de Janeiro Canal 11 (1976).

Operou até a tarde do dia 18 de julho de 1980, quando a emissora juntamente com a TV Tupi São Paulo e mais 5 emissoras próprias da Rede Tupi tiveram suas concessões cassadas pelo Governo Federal, onde colocou para concorrência nova concessão.

Canal 6editar | editar código-fonte

Após a TV Tupi Rio de Janeiro ser fechado, o Canal 6 ficou sem sinal por quase três anos. Na época em que saiu do ar em 1980, a emissora tinha como concorrentes, as TVs Globo (1965), TVE RJ (1975) e TV Studios (1976).

Em 1981, o Governo Federal deu a concessão do Canal 6 ao empresário Adolpho Bloch, dono do Grupo Bloch, só colocando o canal ar em 1983, passando a ter o nome de TV Manchete RJ, sendo a cabeça da Rede Manchete. Desde 1999, a concessão pertence a RedeTV! Rio de Janeiro, emissora própria da RedeTV!.

Livroeditar | editar código-fonte

A história da TV Tupi carioca ganhou em 2011, livro da Coleção Aplauso (Imprensa Oficial de SP): "TV Tupi do Rio de Janeiro, Uma Viagem Afetiva" escrito por Luis Sergio Lima e Silva. Nele, vinte pioneiros são entrevistados, nomes de peso da história da televisão, como Almeida Castro, Mauricio Sherman, Fernanda Montenegro, Sérgio Britto, Neyde Aparecida, João Loredo, Maria da Glória, José Bonifácio de Oliveira (Boni), Dóris Monteiro, Aracy Cardoso, Maria Pompeu, Osmar Frazão, Ricardo Kathar, Adonis Karan, Flavio Cavalcanti Jr, Bibi Ferreira, Lídia Mattos e Neila Tavares, entre os principais.

Sloganseditar | editar código-fonte

  • 1960: A Emissora da Família
  • 1968: A Imagem Viva do Bom Gosto (anúncio da novela Beto Rockfeller)

A partir daí, a Tupi RJ passa usar os slogans da rede.

Ver tambémeditar | editar código-fonte

Precedido por
Emissora Inexistente
Canal 6 VHF do Rio de Janeiro
1951 a 1980
Sucedido por
Sem Sinal (1980 a 1983)
TV Manchete Rio de Janeiro







Creative Commons License