Time Warner

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Time Warner Inc.
Time Warner wordmark.svg
Tipo Pública
Cotação NYSE (TWX)
Indústria Comunicação de massa
Fundação 1990
Fundador(es) Warner bros.
Sede Time Warner Center,
Columbus Circle, 10,
Nova Iorque  Estados Unidos
Áreas servidas Mundial
Presidente Jeffrey L. Bewkes
Empregados 34.000 (2012)
Produtos Radiodifusão, cinema, web, entretenimento e publicação
Lucro Aumento US$ 3,5 bilhões (2012)
Faturamento Baixa US$ 28,729 bilhões (2012)1
Página oficial timewarner.com
Sede da Time Warner em frente ao Central Park West

Time Warner (anteriormente chamada de AOL Time Warner) (NYSE: TWX) é uma empresa da indústria de entretenimento com sede na Time Warner Center, em Nova Iorque.2 Formado antigamente por duas empresas distintas, a Warner Communications, Inc. e Time Inc., (alem da junção de uma terceira companhia, a Turner Broadcasting System, Inc.), a Time Warner, tem seu foco econômico voltado para a produção cinematográfica, televisiva e literária. Possui também diversas subsidiárias, como New Line Cinema, Time Inc., HBO, Turner Broadcasting System, The CW Television Network, The WB, Warner Bros, Kids' WB, The CW4Kids, Cartoon Network, Boomerang, Adult Swim, CNN, DC Comics, Warner Bros. Games, Castle Rock Entertainment, New Line Television, Picturehouse, Warner Premiere , Warner Independent Pictures e Hanna-Barbera.

Históriaeditar | editar código-fonte

1976editar | editar código-fonte

Em 1972, a Kinney National Company se rebatizou para Warner Communications Inc.. Ela era a controladora de empresas que pertenceram aos irmãos Warner, Warner Bros. Pictures e Warner Music Group através da década de 1970 e 1980. Ela também possuía a DC Comics e a Mad Magazine, assim como uma participação majoritária no Garden State National Bank (um investimento que foi obrigado a vender, devido a complicações com a justiça americana. Em 1976, Nolan Bushnell vendeu sua empresa Atari para a Warner Communications por um valor estimado entre $28 e 32 milhões de dólares. A Warner conseguiu muitos lucros (e mais tarde prejuízos) com a Atari, que ficou nas mãos da empresa entre 1976 e 1984. Enquanto fazia parte da Warner, a Atari conseguiu grandes sucessos, vendendo milhões de Atari 2600 e computadores. No seu auge, a Atari foi responsável por um terço do rendimento anual da Warner, e foi a empresa que mais cresceu durante aquele período nos EUA.

Em 1975, a Warner se expandiu sob a direção de Steve Ross, CEO da empresa, e formou uma parceria com a American Express, batizada de Warner-Amex Satellite Entertainment, que detinha canais de TV como a MTV (lançada em 1981), Nickelodeon (lançado em 1979) e The Movie Channel. A Warner comprou metade da American Express em 1984, e vendeu a parceria um ano depois para Viacom, que renomeou o negócio para MTV Networks.

1985editar | editar código-fonte

Em 1980 a Warner comprou a Franklin Mint por cerca de $225 milhões. A parceria durou pouco e a Warner vendeu a Franklin Mint em 1985 para a American Protection Industries Inc. (API) por cerca de $167.5 milhões.3

Em fevereiro de 1983, a Warner voltou seus interesses para o baseball. Sob a direção de Ceasar P. Kimmel, executivo e vice-presidente, ela comprou 48 porcento do Pittsburgh Pirates por $10 milhões. A empresa colocou as participações a venda em novembro de 1984, após um prejuízo de $6 milhões.4 Em 1984, com o crash dos videogames de 1983, a Warner vendeu a divisão de consumo da Atari para Jack Tramiel. Ele manteve a divisão da empresa e a rebatizou de Atari Games. Eles venderam a Atari Games para a Namco em 1985, e a recomprou em 1994, a renomeando para Time-Warner Interactive até a sua venda para a Midway Games em 1996. Apos um longo processo de negociação, a Warner Communications anunciou em 11 de maio de 1988 que eles estavam adquirindo a Lorimar-Telepictures; o negócio foi finalmente fechado em 12 de janeiro do ano seguinte. A fusão da Time Inc. e Warner Communications foi anunciada em 4 de março de 1989. No verão daquele mesmo ano, a Paramount Communications (até então Gulf+Western) lançou uma contra-oferta de $12.2 bilhões para comprar a Time, numa tentativa que barrar a fusão com a Warner Communications. Isso fez a Time aumentar o valor para Warner em $14.9 Bilhões em dinheiro e ações. A Paramount respondeu com um processo na justiça em um tribunal de Delaware contra a fusão Time/Warner. A corte decidiu por duas vezes em favor da Time, fazendo a Paramount perdeu tanto na aquisição da Time quanto do processo judicial. A fusão da Warner e da Time foi completada em 1 de janeiro de 1990.

1990editar | editar código-fonte

No começo da década de 1990, as duas companhias foram batizadas de Time Warner. A empresa em seguida adquiriu a Turner Broadcasting System em outubro de 1996. Isso não apenas representou a volta da empresa aos negócios da TV aberta, como também a Warner Bros. readquiriu os direitos de sues filmes produzidos5 6 antes de 1950, que haviam sido comprados pela Turner (Os filmes tecnicamente ainda são pertencentes a Turner, mas a WB é responsável pela sua distribuição e venda). Time Warner também adquiriu os parques temáticos Six Flags durante os anos noventa. Ela vendeu todos os parques e suas propriedades para o Oklahoma based Premier Parks em 1 de abril de 1998.

2000editar | editar código-fonte

Em 2000 outra fusão foi feita, desta vez cheia de controvérsia. A Time Warner fez sua fusão com a America Online, o maior provedor de Internet do mundo. Porém, muita oposição foi enfrentada principalmente na questão de monopólio e questões de valores. Muitos analistas estavam apreensivos diante do fato que a AOL, uma empresa que naquela época tinha menos de 15 anos, comprar uma tradicional empresa norte-americana.

Em 2002, o segmento da AOL foi considerado o mais fraco da empresa e em 17 de setembro de 2003, a AOL Time Warner anunciou que iria mudar seu nome de volta para somente Time Warner, e o seu símbolo na Bolsa de Valores de Nova Iorque passaria de AOL para TWX, que já era usado antes da fusão.


Ambox grammar.svg
Esta página ou secção precisa de correção ortográfico-gramatical.
Pode conter incorreções textuais, podendo ainda necessitar de melhoria em termos de vocabulário ou coesão, para atingir um nível de qualidade superior conforme o livro de estilo da Wikipédia. Se tem conhecimentos linguísticos, sinta-se à vontade para ajudar.

Em 2005, a Time Warner estava entre 53 entidades que contribuíram para o máximo de $250.000 para a segunda posse do presidente7 8 9 George W. Bush. Em 27 de dezembro, 2007 recém-instalado CEO da Time Warner Jeffrey Bewkes discutiu possíveis planos de separar a Time Warner Cable, AOL e Time Inc.. Isto deixaria uma pequena empresa composta por Turner Broadcasting System, Warner Bros e HBO. Em 28 de fevereiro de 2008, os co-presidentes e co-CEOs da New Line Cinema, Bob Shaye e Michael Lynne, anunciaram a sua demissão do estúdio de filme, em resposta à demanda Jeffrey Bewkes para tomar medidas de redução de custos no estúdio, que tinha a intenção de dissolver a Warner Bros..

Em 28 de maio de 2009, a Time Warner anunciou que iria desmembrar a AOL. A cisão ocorreu em 9 de dezembro.

Transações após a fusão com a AOLeditar | editar código-fonte

  • World Championship Wrestling foi vendida para a WWF Entertainment em 23 de março de 2001.
  • O Atlanta Hawks, Atlanta Thrashers, e os direitos de exploração de Philips Arena foram vendidos em meados de 2003.
  • A participação de 50% no Comedy Central foi vendida para a Viacom.
  • Warner Music Group foi vendido para um grupo de investidores liderados por Edgar Bronfman Jr., em Março de 2004.
  • Time Warner anunciou que estava fechando a CNNfn canal de informação financeira e eliminação de sua participação na Google (2004).
  • Em 31 de março de 2006 da Time Warner vendeu a Time Warner Book Group a editora francesa Hachette Livre, da Lagardere.
  • Em 7 de fevereiro de 2006, um grupo liderado por Carl Icahn e Bruce Wasserstein apresentou uma proposta de 343 páginas a cisão da Time Warner em quatro empresas e recompras de ações, totalizando aproximadamente U$ 20 bilhões. Em 17 de fevereiro de 2006, o grupo Icahn-lead concordou com a Time Warner para não contestar a reeleição de ardósia da TW dos membros do conselho na reunião de acionistas de 2006. Em troca da cooperação para o grupo de Icahn, a Time Warner irá comprar até US $ 20 bilhões de ações, nomear mais membros independentes do conselho de administração, cortar US $ 1 bilhão em custos até 2007, e continuar as discussões com o grupo de Icahn sobre a sua proposta, especialmente sobre o futuro da Time Warner Cable.
  • Em 23 de fevereiro de 2006, Turner South, um canal de esportes e entretenimento do sul dos EUA, foi vendida a Fox Cable Networks da News Corporation. A rede se tornou mais tarde SportSouth.
  • Em 12 de setembro de 2006, a Time Inc. anunciou que Time4 Media, um grupo de revistas masculinas, incluindo Popular Science e Outdoor Life estava colocado à venda. A venda inclui 18 publicações.
  • No outono de 2006, o Atlanta Braves foi vendidos para a Liberty Media
  • No verão de 2008, o Reader's Digest Association vendeu a QSP para Time, subsidiária da Time Warner Inc. por US $ 110 milhões. [23]
  • Em março de 2009, a Time Warner Cable foi desmembrada através de um spin-out.

Empresaseditar | editar código-fonte

As seguintes divisões pertencem à Time Warner:

HBO logo.svg
The CW.svg
TimeInc.jpg
Warner Bros.jpg

Referências

  1. http://www.sec.gov/Archives/edgar/data/1105705/000119312513070993/d469056d10k.htm
  2. TimeWarner.com Fact Sheet Page
  3. Dinger, Ed. International Directory of Company Histories. [S.l.: s.n.], 1998. Capítulo: The Franklin Mint. , vol. 69. Página visitada em 2008-05-23.
  4. Galbreaths to Sell Pirates PITTSBURGH, New York Times Título não preenchido, favor adicionar].
  5. You Must Remember This: The Warner Bros. Story (2008), p. 255.
  6. WB retained a pair of features from 1949 that they merely distributed, and all short subjects released on or after September 1, 1948; in addition to all cartoons released in August 1948.
  7. Drinkard, Jim (2005-01-17). Donors get good seats, great access this week. USA Today. Página visitada em 2008-05-25.
  8. Financing the inauguration. USA Today. Página visitada em 2008-05-25.
  9. Título não preenchido, favor adicionar. USA Today (2005-01-14). Página visitada em 2008-05-25.

Ligações externaseditar | editar código-fonte








Creative Commons License