Universidade de Brasília

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
UnB
Universidade de Brasília
As vert cor.jpg
Lema Autonomia
Fundação 21 de abril de 1962 (51 anos) (Universidade)
Tipo de instituição Pública, Federal
Mantenedora Coat of arms of Brazil.svg Ministério da Educação
Orçamento anual R$ 1.372.803.425,11
(2012)
Docentes 2.2451
Total de estudantes 38.475 2
Graduação 28.570
Pós-graduação 9.905
Reitor(a) Ivan Camargo
Vice-reitor(a) Sônia Bao
Sede Brasília - Campus Darcy Ribeiro
Campi Brasília, Planaltina, Gama, Ceilândia e Paranoá (em projeto)
Estado DF
Cores verde      e azul     
Afiliações CRUB, RENEX, ANDIFES
Página oficial www.unb.br
Instituições de ensino superior do Brasil Brasil

A Universidade de Brasília (UnB) é uma universidade federal pública brasileira, com sede na cidade de Brasília, no Distrito Federal. A instituição possui 4 campi, sendo estes nas cidades de Brasília (Campus Darcy Ribeiro), Planaltina (Faculdade UnB Planaltina), Gama (Faculdade UnB Gama), Ceilândia (Faculdade UnB Ceilândia) e Paranoá (em projeto). A área total3 dos 4 campi é de 4.787.449,13 , sendo que o seu principal campus (Darcy Ribeiro) tem 3.950.569, 07 . Das 674 universidades federais do Brasil, mantidas pela união através de recursos do Ministério da Educação, a UnB é a universidade com o segundo5 maior orçamento, ficando atrás somente de UFRJ. Desde a sua criação, a UnB tem um papel extremamente importante tanto nacionalmente quanto regionalmente no que diz respeito a excêlencia do ensino e da pesquisa. Atualmente é a maior instituição de ensino superior do centro-oeste do Brasil e uma das mais importantes do país. Foi avaliada pelo MEC através do Índice Geral de Cursos como a melhor universidade da região Centro-Oeste, seguida pela UFG e UFGD.

Visão Geraleditar | editar código-fonte

A Universidade de Brasília (UnB), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília (IFB) e a Escola Superior de Ciências da Saúde da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde do Distrito Federal (ESCS) são as três únicas instituições de ensino superior públicas existentes no Distrito Federal.

A UnB abriu recentemente novos campi em Planaltina, Gama e Ceilândia, com cursos novos e distintos dos disponíveis no campus principal "Darcy Ribeiro" situado em Brasília. Os cursos em Planaltina são focados na área de agrárias, sendo o bacharelado em Gestão de Agronegócios, o bacharelado em Gestão Ambiental e a licenciatura em Ciências Naturais. Em Ceilândia o foco é saúde, havendo cursos de Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Gestão em Saúde, Terapia Ocupacional e Fonoaudiologia. Já no Gama há o curso de Engenharia em cinco habilitações: Automotiva, Eletrônica, de Energia, de Software e Aeroespacial.

Além desse novos campi, a Universidade tem investido em uma ampliação da estrutura existente no campus Darcy Ribeiro, transferindo unidades acadêmicas como a Biologia (IB), Química (IQ), Estatística (EST), Ciências da Computação (CIC), Ciência Política (IPOL) e Relações Internacionais (IREL), assim como o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos - Cespe e o Centro de Desenvolvimento Tecnológico - CDT, para novos prédios recentemente construídos dentro do campus principal, além de novos pavilhões de aulas. Atualmente estão em fase final de construção os novos prédios da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FACE) e do Instituto de Ciências Sociais (ICS). Há também projetos de construção de novos prédios para o Instituto de Letras (IL) e o Instituto de Artes (IdA).

História e Criaçãoeditar | editar código-fonte

Brasília tinha apenas dois anos quando ganhou sua universidade federal. A Universidade de Brasília foi fundada com a promessa de reinventar a educação superior, entrelaçar as diversas formas de saber e formar profissionais engajados na transformação do país.

A construção do campus brotou do cruzamento de mentes geniais. O inquieto antropólogo Darcy Ribeiro definiu as bases da instituição. O educador Anísio Teixeira planejou o modelo pedagógico. O arquiteto Oscar Niemeyer transformou as ideias em prédios.

Os inventores desejavam criar uma experiência educadora que unisse o que havia de mais moderno em pesquisas tecnológicas com uma produção acadêmica capaz de melhorar a realidade brasileira.

As regras, a estrutura e concepção da Universidade foram definidas pelo Plano Orientador, uma espécie de Carta Magna, datada de 1962, e ainda hoje em vigor. O Plano foi a primeira publicação da Editora UnB e mostrava o espírito inovador da instituição.

“Só uma universidade nova, inteiramente planificada, estruturada em bases mais flexíveis, poderá abrir perspectivas de pronta renovação do nosso ensino superior”, diz o Plano Orientador.

Trilhar esse caminho, no entanto, exigiu esforços. Apesar do projeto original de Brasília já prever um espaço para a UnB, foi preciso lutar para garantir sua construção. Tudo por causa da proximidade com a Esplanada dos Ministérios. Algumas autoridades não queriam que estudantes interferissem na vida política da cidade. Finalmente, em 15 de dezembro de 1961, o então presidente da República João Goulart sancionou a Lei 3.998, que autorizou a criação da universidade.

Darcy e Anísio convidaram cientistas, artistas e professores das mais tradicionais faculdades brasileiras para assumir o comando das salas de aula da jovem UnB.

“Eram mais de duzentos sábios e aprendizes, selecionados por seu talento para plantar aqui a sabedoria humana”, escreveu Darcy Ribeiro, em A Invenção da Universidade de Brasília.

A estrutura administrativa e financeira era amparada por um conceito novo nos anos 60 e até hoje menina dos olhos dos gestores universitários: a autonomia.

“A UnB foi organizada como uma Fundação, a fim de libertá-la da opressão que o burocratismo ministerial exerce sobre as universidades federais. Ela deveria reger a si própria, livre e responsavelmente, não como uma empresa, mas como um serviço público e autônomo”, escreveu Darcy, em UnB, Invenção e Descaminho.

A inauguração da UnB assemelhou-se com a construção da capital federal. Quase tudo era canteiro de obras, poucos prédios estavam prontos. O Auditório Dois Candangos, onde ocorreu a cerimônia de inauguração, foi finalizado 20 minutos antes do evento, marcado para às 10h. O nome do espaço homenageia os pedreiros Expedito Xavier Gomes e Gedelmar Marques, que morreram soterrados em um acidente durante as obras.

Reitoria da UnB

Elaborada em 1961, mas idealizada três anos antes, através de uma ampla discussão sobre sua estrutura física e seu projeto de ensino, a UnB foi fundada em 21 de abril de 1962, fazendo parte do Plano Piloto da capital, após discussões encaminhadas pelo seu idealizador e primeiro presidente do Conselho Diretor da Fundação Universidade de Brasília, o pedagogo Anísio Teixeira, e seu discípulo, o antropólogo Darcy Ribeiro, que foi eleito seu primeiro reitor. Outros professores participaram das discussões a respeito da organização da Universidade, considerada inovadora. Na concepção visual de seus prédios, foi decisiva a participação dos mesmos idealizadores de Brasília, os arquitetos Oscar Niemeyer e Lúcio Costa.6

Darcy Ribeiro conta sua experiência no projeto da UnB em seu livro de 1978, "UnB - Invenção e Descaminho", publicado pela editora Avenir. Nele o antropólogo e professor conta detalhes sobre a elaboração da Universidade, a fundação e os primeiros anos da instituição antes do Golpe de 1964, além das amarguras vividas pela UnB e seus envolvidos durante o regime militar. A UnB, um complexo educativo em prol da ciência e do conhecimento, foi elaborada para romper com os vícios do academicismo então vigentes.

Com o Golpe de 1964, o programa educativo da UnB foi seriamente comprometido. Seus idealizadores foram demitidos e muitos deles tiveram que se exilar no exterior. A UnB foi palco de expressão da insatisfação e revolta de estudantes durante o regime militar e foi invadida pelas tropas repressivas em 1968, em vista de ter sido considerada foco de deliberação de idéias subversivas. Vários alunos e professores foram detidos e presos. 6 Um documentário lançado em 2000 fala sobre o episódio: Barra 68 - Sem Perder a Ternura, de Vladimir Carvalho.7

Campieditar | editar código-fonte

A Universidade de Brasília conta atualmente com quatro campi, todos situados no Distrito Federal. Está ainda em fase de planejamento o 5º campus da instituição.

Darcy Ribeiro (Brasília)editar | editar código-fonte

Campus mais antigo da UnB, abriga a maioria dos cursos além dos órgãos administrativos e de apoio da instituição como Reitoria, e a Biblioteca Central. O nome do campus se deve ao fundador e primeiro reitor da universidade, o antropólogo e parlamentar Darcy Ribeiro. Teve seu primeiro vestibular em 1962.

Possui uma área total de 3.950.569,07 m².8

  • Área gramada 1.650.000 m²
  • Área de laboratório 32.138 m²
  • Área total construída 513.767, 16 m²

Planaltinaeditar | editar código-fonte

Segundo campus a entrar em funcionamento dentro do plano de expansão da UnB, fica na cidade de Planaltina, situada no extremo norte do Distrito Federal, distante 45km de Brasília, abriga os cursos da área de ciências agrárias. Possui uma área total de 301.847,06 m², e uma área construída de 2.860, 26 m². Teve seu primeiro vestibular em 2006.

Gamaeditar | editar código-fonte

Terceiro campus da UnB, é focado em cursos da área de Engenharia, fica na cidade do Gama, situada no extremo sul do Distrito Federal, distante 35km de Brasília. Teve seu primeiro vestibular em 2008. 9

O campus possui uma área total de 335.534 m² e uma área construída de 4.795 m².

Ceilândiaeditar | editar código-fonte

Veja artigo: Campus UnB Ceilândia

Construído na mesma época que o Campus Gama, fica na cidade de Ceilândia, situada no extremo oeste do Distrito Federal, distante 30km de Brasília. Seus cursos são direcionados para a área de saúde. Entrou em funcionamento em 2008.

  • Área total: 199.499 m²
  • Área construída: 4.795 m²

Paranoáeditar | editar código-fonte

Anunciado em março de 2012 pelo então reitor José Geraldo de Souza, o quinto campus da instituição, está em fase de projeto e não tem data para começar a funcionar. 10

Como ingressar na UnBeditar | editar código-fonte

O ingresso na Universidade de Brasília pode ocorrer das seguintes formas:

Concurso Vestibulareditar | editar código-fonte

Promovido pelo Cespe - Centro de Seleção e Promoção de Eventos -, o vestibular tradicional da UnB ocorre uma vez por ano, geralmente no mês de junho, para ingresso no segundo semestre letivo do ano. No mês de abril são abertas as inscrições no site do CESPE ([1]), ao custo de R$100,00, e dois meses após as inscrições são divulgados os locais em que os alunos farão as provas. As provas podem ser feitas em Brasília, Goiânia, Uberlândia (MG) e em Belo Horizonte. O vestibular em si consiste em 4 partes, divididas em 2 dias de prova, sábado e domingo, sendo elas uma Redação em língua portuguesa, uma prova de língua estrangeira (inglês, espanhol ou francês), a prova de Linguagens, Códigos e Ciências Sociais e a prova de Ciências da Natureza e Matemática. Usualmente, 1 mês após as provas são divulgados os resultados no site do Cespe. Ao verificar aprovação, o calouro, aluno ingressante na UnB, deverá seguir as instruções fornecidas no site para efetuar seu registro: comparecer à SAA (Secretaria de Administração Acadêmica) responsável pelo curso em que foi aprovado, munido dos documentos exigidos. Após o registro, o aluno deve acessar o site [2] para efetuar a matrícula das matérias a serem cursadas no semestre, observando os prazos para tais procedimentos. Feitos o registro e a matrícula nas matérias, o próximo passo é aguardar o início das aulas, geralmente nos meses de Março e Agosto.

Programa de Avaliação Seriada (PAS)editar | editar código-fonte

Modalidade alternativa de acesso ao ensino superior, proposta para amenizar o impacto do vestibular, é aplicada mediante três provas, realizadas ao término de cada um dos três anos do ensino médio, com o conteúdo cobrado de forma diluída. Ao PAS são reservadas metade das vagas do primeiro processo seletivo de cada ano, não havendo impedimento para a concorrência também pelo SISU ou vestibular tradicional (que, a partir de 2014, só será realizado no meio do ano, com a adoção do SISU pela UnB)11 .

Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)editar | editar código-fonte

A outra metade das vagas disponíveis para o primeiro semestre de cada ano são destinadas ao Sistema de Seleção Unificada (SISU), que utiliza as notas do ENEM para selecionar os candidatos.

Transferência Facultativaeditar | editar código-fonte

Alunos de outras instituições de Ensino Superior podem fazer uma prova, também promovida pelo Cespe, para transferir-se para a Universidade de Brasília aproveitando matérias já cursadas em sua outra instituição. É o processo seletivo mais difícil de ingresso na UnB. A prova consistia em 3 partes: Português e Matemática, Redação em Língua Portuguesa e a prova específica do curso desejado. Devido ao grande número de reprovação, a UnB passou a aplicar 5 redações com temas na área específica do Curso que se pretende transferência. Se a soma das 5 redações equivaler a 5 pontos, considera-se apto para inserção na Universidade. Essa forma de ingresso possui o nível mais baixo de aprovação entre outros processos, devido ao nível de rigorosidade da prova específica.

Transferência Obrigatóriaeditar | editar código-fonte

Diplomatas estrangeiros em missão no Brasil e seus dependentes, além de militares e/ou funcionários públicos e seus dependentes que forem transferidos para o Distrito Federal e estiverem cursando outras universidades públicas em suas localidades de origem tem direito a serem transferidos para a UnB.

Processo Seletivo de Portadores de Diploma de Curso Superioreditar | editar código-fonte

Pessoas já formadas em outro curso de nível superior podem se inscrever em processo seletivo específico organizado semestralmente pelo CESPE, desde que tenham pelo menos 20% de compatibilidade entre os créditos do curso de origem e do curso pretendido na UnB. Esta seleção visa ao preenchimento de vagas ociosas da universidade.

Intercâmbio e Convênioseditar | editar código-fonte

Alunos de outros países podem ingressar na UnB através de contratos e acordos promovidos com embaixadas internacionais, sendo estes alunos transferidos de universidades de seu país de origem ou não. A instituição mantém acordos com países da África para receber alunos provenientes do continente. Estudantes de outras universidades federais brasileiras podem concorrer ao processo de seleção para mobilidade estudantil via convênio Andifes.

Cursos presenciaiseditar | editar código-fonte

É composta por 25 unidades de ensino, pesquisa e extensão, oferecendo cursos em diversas áreas do conhecimento.

Possui um dos vestibulares mais concorridos do país, organizado pelo Cespe - Centro de Seleção e de Promoção de Eventos. Esta entidade de promoção de eventos também é responsável pela elaboração e organização de diversos concursos públicos no Brasil, tais como provas do Enem e da ESCS.

A UnB foi a primeira universidade pública federal a implantar, em 2003, uma política de ações afirmativas para inclusão racial, o sistema de cotas para negros, que reserva 20% das vagas do vestibular tradicional para estudantes negros classificados nas provas do certame.

Os cursos de graduação são classificados pela universidade em três grandes áreas: Saúde, Ciências e Humanidades e estão listados a seguir conforme Faculdade ou Instituto, ano de criação, habilitação, período, duração e respectivo Campus. A universidade oferece atualmente 103 cursos de graduação.12

Além dos cursos de graduação, a UnB oferece cursos de pós-graduação stricto sensu e lato sensu. Atualmente existem 76 cursos de mestrado, 63 de doutorado e 11 de mestrado profissional. O programa de pós-graduação (mestrado e doutorado) em Antropologia e o programa de pós-graduação (mestrado e doutorado) em Matemática da UnB possuem conceito CAPES 7, a mais alta nota concedida pela CAPES na Avaliação Trienal. Já os programas de mestrado e doutorado em Biologia Molecular, Geologia, Geotecnia, Relações Internacionais, Desenvolvimento Sustentável, Direito, Ecologia, Economia, Política Social e Sociologia possuem conceito CAPES 6.


Ciências da Vida


Ciências Exatas


Humanidades


Artes e Letras


Cursos a distânciaeditar | editar código-fonte

A Universidade de Brasília possui atualmente 10 cursos de graduação a distância, integrantes dos programas UAB, Projeto Pro Licenciatura e Projeto LIPED. 13

  • Bacharelado em Administração (Projeto Piloto Região Norte)
  • Licenciatura em Artes Visuais (Projeto UAB e Projeto Pro Licenciatura)
  • Licenciatura em Biologia (Projeto UAB e Projeto Pro Licenciatura)
  • Licenciatura em Educação Física (Projeto UAB e Projeto Pro Licenciatura)
  • Licenciatura em Geografia (Projeto UAB)
  • Licenciatura em Letras (Projeto UAB)
  • Licenciatura em Música (Projeto UAB)
  • Licenciatura em Pedagogia (Projeto UAB e Projeto LIPED)
  • Licenciatura em Teatro (Projeto UAB e Projeto Pro Licenciatura)
  • Bacharelado em Administração Pública (Projeto UAB)

Unidades Acadêmicaseditar | editar código-fonte

Instituto de Ciências Biológicas - IB
Faculdades


  • FAC - Faculdade de Comunicação
    • Departamento de Jornalismo
    • Departamento de Audiovisuais e Publicidade
  • FACE - Faculdade de Administração, Economia e Contabilidade
    • Departamento de Administração
    • Departamento de Economia
    • Departamento de Ciências Contábeis e Atuariais
  • FAU - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
    • Departamento de Projetos Expressão e Representação
    • Departamento de Teoria e História em Arquitetura e Urbanismo
    • Departamento de Tecnologia em Arquitetura e Urbanismo
  • FAV - Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária
    • Departamento de Agronomia
    • Departamento de Medicina Veterinária
  • FCE - Faculdade UnB Ceilândia
  • FCI - Faculdade de Ciência da Informação e Documentação
  • FD - Faculdade de Direito
  • FE - Faculdade de Educação
    • Departamento de Teoria e Fundamentos
    • Departamento de Métodos e Técnicas
    • Departamento de Planejamento e Administração
  • FEF - Faculdade de Educação Física
  • FGA - Faculdade UnB Gama
  • FM - Faculdade de Medicina
  • FS - Faculdade de Ciências da Saúde
    • Departamento de Nutrição
    • Departamento de Odontologia
    • Departamento de Ciências Farmacêuticas
    • Departamento de Enfermagem
    • Departamento de Saúde Coletiva
  • FUP - Faculdade UnB Planaltina
  • FT - Faculdade de Tecnologia
    • Departamento de Engenharia Civil e Ambiental
    • Departamento de Engenharia Elétrica
    • Departamento de Engenharia Florestal
    • Departamento de Engenharia Mecânica
Institutos


  • IB - Instituto de Biologia
    • Departamento de Biologia Celular
    • Departamento de Botânica
    • Departamento de Ecologia
    • Departamento de Zoologia
    • Departamento de Fitopatologia
    • Departamento de Ciências Fisiológicas
    • Departamento de Genética e Morfologia
  • ICS - Instituto de Ciências Sociais
    • Departamento de Sociologia
    • Departamento de Antropologia
  • IDA - Instituto de Artes
    • Departamento de Música
    • Departamento de Artes Cênicas
    • Departamento de Artes Visuais
    • Departamento de Desenho Industrial
  • IE - Instituto de Ciências Exatas
    • Departamento de Matemática
    • Departamento de Estatística
    • Departamento de Ciência da Computação
  • IF - Instituto de Física
  • IG - Instituto de Geociências
  • IH - Instituto de Ciências Humanas
    • Departamento de Serviço Social
    • Departamento de Filosofia
    • Departamento de História
    • Departamento de Geografia
  • IL - Instituto de Letras
    • Depertamento de Teoria Literária e Literatura
    • Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução
    • Departamento de Linguística, Portugues e Línguas Clássicas
  • IP - Instituto de Psicologia
    • Departamento de Processos Psicológicos Básicos
    • Departamento de Psicologia Social e do Trabalho
    • Departamento de Psicologia Clínica
    • Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento
Outras Unidades


  • CEAM - Centro de Estudos Avançados e Multidisciplinares
  • CEPAC - Centro de Pesquisa Pós-Graduação sobre as Américas
  • CET - Centro de Excelência em Turismo
  • CDS - Centro de Desenvolvimento Sustentável
  • CIORD - Centro Integrado de Ordenamento Territorial
  • UnBCerrado - Centro de Estudos do Cerrado da Chapada dos Veadeiros
  • CRAD - Centros de Referência em Conservação da Natureza e Recuperação de Áreas Degradadas

Excelência no Ensinoeditar | editar código-fonte

Prédio da Biblioteca Central da UnB

Vinte e sete cursos da UnB receberam cinco estrelas na avaliação do Guia do Estudante da Editora Abril, sendo portanto, classificados como excelentes.

Estrelas Cursos
5 Estrelas (Excelente) Administração, Arquivologia, Artes Visuais, Biblioteconomia, Ciências Biológicas, Economia, Ciências Sociais, Direito, Educação Física, Engenharia Civil, Engenharia de Telecomunicações, Engenharia Elétrica, Engenharia Florestal, Engenharia Mecânica, Estatística, Geografia, Geologia, História, Jornalismo, Matemática, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Pedagogia, Relações Internacionais, Tradução
4 Estrelas (Muito Bom) Agronomia, Gestão do Agronegócio, Ciência da Computação, Ciências Contábeis, Audiovisual, Desenho Industrial, Enfermagem, Engenharia de Controle e Automação, Artes Cênicas, Farmácia, Filosofia, Física, Letras, Música, Psicologia, Publicidade e Propaganda, Química, Serviço Social
3 Estrelas (Bom) nenhum curso recebeu esta classificação

Avaliação dos estudanteseditar | editar código-fonte

A Universidade de Brasília adota o sistema de menções para avaliar seus alunos. Ao final do semestre, a nota obtida pelo estudante é convertida em uma menção, seguindo a equivalência:

  • SS - Superior (9,0 a 10,0)
  • MS - Médio superior (7,0 a 8,9)
  • MM - Médio (5,0 a 6,9)
  • MI - Médio inferior (3,0 a 4,9)
  • II - Inferior (0,1 a 2,9)
  • SR - Sem rendimendo (zero)

As menções para aprovação são MM, MS e SS. A menção SR é atribuída à reprovação por faltas, quando o aluno não compareceu ao mínimo de 75% das aulas.

Índice de Rendimento Acadêmico (IRA)editar | editar código-fonte

O IRA é o índice calculado com base nos créditos cursados pelos estudantes, bem como as menções obtidas por eles nas disciplinas em questão. Ele varia de 0,0 a 5,0.

Cada menção tem um peso: SS=5, MS=4, MM=3, MI=2, II=1, SR=0. Assim, se o aluno obtiver apenas menções SS em seu currículo seu IRA será 5,0. Diz-se que cada menção "puxa" o IRA para o valor do seu peso. Um IRA entre 3,0 e 4,0 é médio, acima disso é alto e abaixo de 3,0 é baixo. Essas classificações são extra-oficiais, mas para algumas atividades extra-curriculares na universidade, como intercâmbio, ingressar em um dos grupos PET pode ser requerido um IRA geralmente maior ou igual a 3,0 ou 3,2.


Excelência na Pesquisaeditar | editar código-fonte

Segundo a mais recente avaliação feita pela CAPES em 2013, dez programas de pós-graduação da UnB atingiram conceito 5, avaliados como excelentes, outros dez receberam conceito 6, sendo assim considerados de referência nacional, enquanto dois alcançaram conceito 7, sendo considerado de excelência internacional.14


Nota Curso
7 (referência internacional) Antropologia e Matemática
6 (referência nacional) Biologia Molecular, Desenvolvimento Sustentável, Direito, Ecologia, Economia, Geologia, Geotecnia, Política Social, Relações Internacionais e Sociologia
5 (excelente) Administração, Ciências Animais, Ciência Política, Contabilidade, Fitopatologia, Literatura, Patologia Molecular, Psicologia Clínica e Cultura, Psicologia Social do Trabalho e das Organizações, Química

Rankingseditar | editar código-fonte

Reitoreseditar | editar código-fonte

Nome Mandato Filiação Forma de eleição
Minas GeraisDarcy Ribeiro 04 de janeiro de 1962 a 19 de setembro de 1962 Instituto de Ciências Sociais Indicação presidencial
Minas GeraisFrei Mateus Rocha 19 de setembro de 1962 a 24 de janeiro de 1963 Instituto Teológico (extinto) Indicação presidencial
Minas GeraisDarcy Ribeiro 24 de janeiro de 1963 a 19 de junho de 1963 Instituto de Ciências Sociais Indicação presidencial
BahiaAnísio Teixeira 19 de junho de 1963 a 13 de abril de 1964 Faculdade de Direito Indicação presidencial
São PauloZeferino Vaz 04 de janeiro de 1962 a 19 de setembro de 1962 Faculdade de Medicina Pró-tempore, após a saída de Anísio Teixeira em função do Golpe Militar
São PauloLaerte Ramos 25 de agosto de 1965 a 03 de novembro de 1967 Instituto de Filosofia Indicação militar
Minas GeraisCaio Benjamin Dias 03 de novembro de 1967 a 25 de março de 1971 Faculdade de Medicina Indicação militar
Minas GeraisAmadeu Cury 25 de março de 1971 a 24 de maio de 1976 Faculdade de Medicina Indicação militar
BahiaJosé Carlos de Almeida Azevedo 25 de maio de 1976 a 12 de março de 1985 Faculdade de Tecnologia Indicação militar
Minas GeraisGeraldo Severo Ávila 13 de março de 1985 a 19 de março de 1985 Instituto de Ciências Exatas Pró-tempore, após a saída de Azevedo em função do Redemocratização
Luiz Otávio Carmo 20 de março de 1985 a 26 de julho de 1985 Pró-tempore, após a saída de Azevedo em função do Redemocratização
PernambucoCristovam Buarque 25 de julho de 1985 a 15 de agosto de 1989 Faculdade de Administração, Contabilidade e Economia Eleições diretas paritárias
São PauloJoão Claudio Todorov 25 de julho de 1985 a 15 de agosto de 1989 Instituto de Psicologia Pró-tempore em função da saída de Cristovam Buarque
EspanhaAntônio Ibañez Ruiz 14 de novembro de 1989 a 10 de novembro de 1993 Faculdade de Tecnologia Eleições diretas não-paritárias
São PauloJoão Claudio Todorov 10 de novembro de 1993 a 13 de novembro de 1997 Instituto de Psicologia Eleições diretas não-paritárias
RondôniaLauro Morhy 14 de novembro de 1997 a 14 de dnovembro de 2005 Instituto de Biologia Eleições diretas não-paritárias
Estados UnidosTimothy Mulholland 15 de novembro de 2005 a 12 de abril de 2008 Instituto de Psicologia Eleições diretas não-paritárias
São PauloRoberto Ramos de Aguiar 13 de abril de 2008 a 20 de novembro de 2008 Faculdade de Direito Pro-tempore em função da renúncia de Timothy Mulholland acusado de corrupção
Rio de JaneiroJosé Geraldo de Sousa Junior 20 de novembro de 2008 a 23 de novembro de 2012 Faculdade de Direito Eleições diretas paritárias
Ivan Camargo desde 23 de novembro de 2012 Faculdade de Tecnologia Eleições diretas paritárias

Ex-alunos notáveiseditar | editar código-fonte

Professores e ex-professores notáveiseditar | editar código-fonte

Entre importantes nomes que já lecionaram na UnB estão o arquiteto Oscar Niemeyer, o ex-ministro da educação Cristovam Buarque e o artista plástico Athos Bulcão.

O também juiz da Corte Internacional de Justiça, Trindade (Antônio Augusto Cançado Trindade) é professor do curso de Relações Internacionais.

Doutores Honoris Causaeditar | editar código-fonte

Entre as personalidades que já receberam o título de Doutor Honoris Causa da UnB estão o ex-presidente francês Charles de Gaulle, o escritor português José Saramago e a ex-presidenta do Chile e atual diretora-geral da ONU Mulher Michelle Bachelet

Ver tambémeditar | editar código-fonte

Ligações externaseditar | editar código-fonte

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Universidade de Brasília

Referências









Creative Commons License